quinta-feira, 27 de novembro de 2014

27 DE NOVEMBRO - ALEXANDRE DUMAS filho

EFEMÉRIDEAlexandre Dumas filho, escritor francês que seguiu as pisadas do pai, tornando-se igualmente um conceituado autor de romances e peças de teatro, morreu em Marly-le-Roi, Yvelines, em 27 de Novembro de 1895. Nascera em Paris no dia 27 de Julho de 1824.
Era filho ilegítimo de Marie-Catherine Labay, uma costureira, e do romancista Alexandre Dumas. Só mais tarde o pai o legitimou, assegurando-lhe uma boa educação na Instituição Goubaux e no Colégio Bourbon. As leis daquela época permitiram que Dumas tirasse o filho de junto da mãe. O sofrimento da sua progenitora inspirou o filho a escrever vários livros sobre vidas trágicas de personagens femininas. Em quase todos os seus escritos, enfatizou o propósito moral da sua literatura e na sua peça de 1858, “O Filho Natural”, expôs a teoria de que «se alguém traz ilegitimamente um filho ao mundo, tem a obrigação de o legalizar e casar com a mulher».
Em 1844, mudou-se para Saint-Germain-en-Laye, onde conheceu Marie Duplessis, uma jovem cortesã que lhe serviu de inspiração para o romance “A Dama das Camélias”, um dos seus livros mais conhecidos e que seria depois interpretado, na versão adaptada ao teatro, pela célebre actriz Sarah Bernhardt. Este romance serviu também de base para a ópera “La Traviata” de Giuseppe Verdi.
Em 1864, Alexandre Dumas filho casou-se com Nadejda Narychkine, com quem teve duas filhas. Após o falecimento dela, casou-se com Heriette Régnier.
Dumas filho escreveu cerca de 16 romances, 19 peças de teatro e 2 ensaios. Em 1867, publicou o seu semi-autobiográfico romance, “L'affaire Clémenceau”, considerado por muitos como uma das suas melhores obras. Em 1874, foi admitido na Académie française. Foi galardoado com a Legião de Honra

Sem comentários:

Arquivo do blogue

Acerca de mim

A minha foto
- Lisboa, Portugal
Aposentado da Aviação Comercial, gosto de escrever nas horas livres que - agora - são muito mais...