sexta-feira, 28 de novembro de 2014

28 DE NOVEMBRO - MIGUEL DE ALMEIDA

EFEMÉRIDEMiguel de Almeida, senhor do Sardoal, um dos quarenta conjurados com papel preponderante na Restauração da Independência do Reino de Portugal e do Algarve em 1640, morreu no dia 28 de Novembro de 1650. Nascera em 1560. Pertencia à Casa de Abrantes, sendo o 4º conde de Abrantes.
Depois de ter feito parte do principal comando da operação que acabou com o domínio espanhol, foi chamado pelo rei D. João IV para ser vedor da Fazenda do reino, mestrados e ilhas. Em Janeiro de 1641; passou a fazer parte do Conselho do rei. Ocupou também o lugar de mordomo-mor da rainha D. Luísa de Gusmão. Por essa época, recebeu o título de conde de Abrantes, sucedendo ao seu primo D. Lopo de Almeida.
Na Restauração da Independência de Portugal, nome pelo qual ficou conhecida a Revolução do 1º de Dezembro, participou no assalto ao Paço da Ribeira, encarregando-se de dar o sinal para a revolta com um tiro de pistola, tendo mais tarde aclamado D. João IV como rei.
A sua presença nestes eventos consta no “Auto do Levantamento e Juramento d' El-Rei Dom João IV” datado de 15 de Dezembro de 1640.
Faleceu sem deixar descendência, tendo sido sepultado na Capela de São Roque, na Igreja do Convento do Carmo, em Lisboa.
Era filho de D. Diogo de Almeida, comendador de Pensalvos, e de D. Leonor Coutinho. Era casado com Mariana de Castro, filha de Miguel de Moura Teles, alcaide-mor de Muge, e de Maria de Castro.

Sem comentários:

Arquivo do blogue

Acerca de mim

A minha foto
- Lisboa, Portugal
Aposentado da Aviação Comercial, gosto de escrever nas horas livres que - agora - são muito mais...