quarta-feira, 6 de julho de 2011




EFEMÉRIDELéo, de seu verdadeiro nome Leonardo Lourenço Bastos, futebolista brasileiro que jogou no Sport Lisboa e Benfica, nasceu em Campos dos Goytacazes no dia 6 de Julho de 1975. Actualmente defende as cores do Santos Futebol Clube.


Léo é tão idolatrado pela torcida do Santos que, no dia do 98º aniversário do clube (14 de Abril de 2010), a Direcção prestou-lhe homenagem fazendo-o alinhar com a camisola 98. O mesmo foi feito este ano e Léo vestiu a camisola que simbolizava os 99 anos do Santos.


Iniciou a sua carreira profissional no Americano de Campos, transferindo-se depois para o União São João de Araras com uma breve passagem pelo Palmeiras. Assinou contrato pelo Santos em 2000.


Foi Campeão Brasileiro de 2002, praticando um futebol alegre que agradava sobremaneira aos adeptos alvi-negros. Em 2003 fez também uma boa temporada, mas não ganhou nenhum título, sendo Vice-campeão Brasileiro e Vice-campeão da Taça Libertadores da América. Em 2004 foi novamente Campeão do Brasil.


Actuando como lateral-esquerdo na equipa do Santos, jogou 280 jogos e marcou 20 golos. Destacou-se pela sua velocidade e pelos seus dribles, mas principalmente pelo seu amor à camisola.


Contratado pelo Benfica na época 2005/2006, Léo ficará para sempre ligado à história do clube, pois é considerado um dos melhores laterais-esquerdos de sempre. A sua entrega em todas as partidas tornou-o adorado por todos e admirado mesmo pelos adversários. É de realçar a campanha na Champions League que só terminou com a derrota frente ao Barcelona, que viria a sagrar-se Campeão Europeu na final contra o Arsenal. Venceu o Torneio de Guadiana 2007 e o Torneio Cidade de Guimarães 2008.


No início de 2009, rescindiu o contrato com o Benfica devido a problemas familiares e voltou ao Brasil. Assinou pelo Santos por dois anos. Em Agosto, comemorou os seus 300 jogos em representação do Santos, vestindo uma camisola com o número 300.


Conquistou mais dois títulos, numa equipa que apresentava um futebol jovem, alegre e muito ofensivo. Venceu o Campeonato Paulista e a Copa do Brasil de 2010. Na época seguinte, também teve um papel importante na conquista do Bi-campeonato Paulista frente ao Corinthians. Na final da Copa Libertadores da América, contra o Peñarol, venceu o tão cobiçado Tricampeonato. Com estas conquistas, Léo tornou-se o jogador que mais títulos ganhou pelo Santos desde a “era Pelé”.


Apesar do sucesso no Brasil e em Portugal, Léo só jogou sete vezes pela Selecção Brasileira, tendo feito parte da equipa que conquistou a Copa das Confederações em 2005.


Recebeu a Bola de Prata brasileira em 2001, 2003 e 2004. Em Portugal foi considerado o Melhor Lateral-esquerdo da Liga Sagres em 2005/2006, 2006/2007 e 2007/2008, o mesmo acontecendo no Campeonato Paulista de 2010 e 2011.

Sem comentários:

Arquivo do blogue

Acerca de mim

A minha foto
- Lisboa, Portugal
Aposentado da Aviação Comercial, gosto de escrever nas horas livres que - agora - são muito mais...