quarta-feira, 13 de julho de 2011




EFEMÉRIDELiu Xiang, atleta chinês especialista dos 110 metros barreiras, medalha de ouro nos Jogos Olímpicos de Atenas (2004), nasceu em Xangai no dia 13 de Julho de 1983. Foi o primeiro atleta masculino asiático a ser campeão olímpico de atletismo e o primeiro atleta chinês a obter o “triplete” de uma prova (recordista do mundo, campeão mundial e campeão olímpico).


Foi detentor do recorde do mundo da disciplina, entre Julho de 2006 e Junho de 2008, com a marca de 12 s 88, obtida no Super Grande Prémio de Lausana. Dois meses mais tarde, ganhou a final dos Mundiais de Estugarda, correndo pela segunda vez abaixo dos 13 s (12 s 93). No final desse ano venceu igualmente nos Jogos Asiáticos de Doha.


Em 2007 disputou somente três meetings europeus, preferindo orientar a sua preparação para os Mundiais de Osaka, que venceu.


Preparou-se então para as Olimpíadas de 2008 em Pequim, em que era o favorito. Começou a época a vencer os Mundiais de Pista Coberta de Valência mas, em Maio, foi vítima de uma lesão nos adutores, não podendo competir num torneio em Nova Iorque. Perdeu o recorde mundial para o cubano Dayron Robles, autor de 12 s 87 no Torneio de Ostrava. Verdadeira estrela nacional depois da consagração em Atenas, Liu abordou os Jogos Olímpicos de Pequim com uma grande responsabilidade sobre os seus ombros e numa forma incerta. Sofreu uma lesão no tendão de Aquiles logo à chegada à aldeia olímpica. Tentou partir na sua série, mas acabou por desistir após uma falsa partida de um dos concorrentes, perante a incompreensão do público chinês que tinha vindo em massa para o apoiar.


Depois de treze meses de ausência, Liu Xiang regressou às pistas em Setembro de 2009 por ocasião do Meeting Golden de Xangai, onde se classificou em 2º lugar; impôs-se depois nos Campeonatos da Ásia de Guangzhou e nos Jogos da Ásia do Leste.


Continuando com a lesão no calcanhar, fez resultados relativamente modestos em 2010 e, após nova pausa de seis meses na sua carreira, concorreu aos Jogos Asiáticos de Cantão, onde venceu os 110 metros barreiras com 13 s 09.


Começou a época de 2011 com a participação no Meeting Golden de Xangai que venceu com 13 s 07, à frente do norte-americano David Oliver, que não perdia desde 2009 e que vinha de 18 vitórias consecutivas. A desforra teve lugar em Junho e Oliver ganhou dessa vez com 12 s 94, à frente de Liu com 13 s 00. Paulatinamente, Liu parece estar de volta.

Sem comentários:

Arquivo do blogue

Acerca de mim

A minha foto
- Lisboa, Portugal
Aposentado da Aviação Comercial, gosto de escrever nas horas livres que - agora - são muito mais...