quinta-feira, 22 de agosto de 2013

22 DE AGOSTO - ARY TOLEDO


 
EFEMÉRIDE Ary Christoni de Toledo Piza, cantor, compositor, actor e humorista brasileiro, nasceu em Martinópolis no dia 22 de Agosto de 1937. Mudou-se para São Paulo aos 22 anos, iniciando a sua carreira de actor no Teatro de Arena. Cinco anos mais tarde, enveredou pela carreira humorística, onde tem permanecido até hoje. Antes da chegada da internet, Ary chegou a compilar mais de 30 000 piadas que contava em espectáculos, discos, programas de televisão e livros.
Em pleno período ditatorial, disse numa das suas apresentações: «Quem não tem cão, caça com gato e, quem não tem gato, caça com ato», referindo-se ao “Ato Institucional V”. Imediatamente foi preso, mas logo libertado, devido ao grande carisma que tinha, inclusivamente junto dos militares.
Considera-se que o início da sua vida artística se fica a dever à mãe que, aos 12 anos, lhe ofereceu uma gaita. Posteriormente, teve aulas de violão. A sua primeira canção foi composta no início dos anos 1960 e a primeira gravação musical em disco ocorreu cinco anos depois, com “Tiradentes”, um grande sucesso na época. Participante assíduo de programas musicais de televisão, projectou-se como cantor com a canção “Pau-de-Arara”, composta por Vinícius de Moraes e Carlos Lyra e que fazia parte de um espectáculo teatral.
Escreveu e actuou em várias peças, tendo trabalhado com Gianfrancesco Guarnieri e Augusto Boal. Vinícius de Moraes e Elis Regina, tê-lo-ão aconselhado a seguir a carreira de humorista.
Numa entrevista, Ary Toledo disse que o humor é um dom que o acompanha desde a infância: «Aos nove anos, estava eu a brincar com os meus amigos, quando um padre chegou e nos perguntou onde eram os Correios. Eu expliquei-lhe e ele, subtilmente, sugeriu que saíssemos da rua, cheia de pó, e fossemos à Igreja para que com ele encontrássemos o caminho de Deus. Imediatamente lhe disse que não ia coisa nenhuma… Pois se ele não sabia o caminho dos Correios, como poderia saber o caminho de Deus? Ele achou graça e disse que eu era muito espirituoso. Na época, eu não sabia que estava a começar a fazer humor!...».
Apesar de ter tido uma brilhante carreira como actor, foi no humor que Ary Toledo se tornou famoso, interpretando piadas e anedotas de conteúdo vulgar e obsceno, contudo muito apreciadas pelo público. As suas piadas são normalmente baseadas em temas sexuais ou no humor negro e politicamente incorrecto.
Entre os temas abordados nas suas anedotas e piadas, são citados frequentemente papagaios. Outros temas tratados de forma recorrente por Ary Toledo são a suposta ingenuidade dos portugueses, a inocência (ou a falta dela) das crianças, a malícia de certos profissionais, tais como os médicos, a hipocrisia de líderes religiosos e a falta de decoro dos políticos.
Além de espectáculos em salas de teatro, as piadas de Ary Toledo também podem ser ouvidas em CD ou lidas em livros. Actualmente, Ary alega ter mais de 60 000 piadas no seu computador e considera-se um “garimpeiro do humor”. A música é o seu principal passatempo, tocando vários instrumentos e tendo inúmeras músicas gravadas por grandes cantores. Ary Toledo continua a ser um dos maiores humoristas brasileiros na actualidade.



Sem comentários:

Arquivo do blogue

Acerca de mim

A minha foto
- Lisboa, Portugal
Aposentado da Aviação Comercial, gosto de escrever nas horas livres que - agora - são muito mais...