terça-feira, 20 de junho de 2017

20 DE JUNHO - JOSEPH AUTRAN

EFEMÉRIDEJoseph Autran, poeta e dramaturgo francês, nasceu em Marselha no dia 20 de Junho de 1813. Morreu na mesma cidade em 6 de Março de 1877.
Filho de um comerciante, estudou no colégio dos jesuítas em Aix-en-Provence. Com o pai a passar por grandes dificuldades financeiras, Joseph foi obrigado a ganhar o seu próprio sustento e aceitou um emprego como professor particular numa instituição religiosa.
Em 1832, dedicou a sua ode “Le Départ pour l'Orient” a Alphonse de Lamartine, que estava então em Marselha para iniciar uma viagem para a Terra Santa. Lamartine convenceu o pai do jovem a permitir que o filho seguisse o seu instinto poético e Autran tornou-se um discípulo fiel de Lamartine, a partir de então.
A sua obra mais conhecida é uma colecção de poemas intitulada “La Mer” (1835), notável pelo poder descritivo e os encantos da sua versificação. O sucesso com que foi recebida levou-o a escrever uma segunda série sobre o mesmo tema, “Les Poèmes de la mer”, que foi publicada em 1852. Depois, seguiu-se “Ludibria ventis” (1838) e o sucesso destes dois volumes rendeu para Autran o emprego de bibliotecário na sua cidade natal. Os seus contactos com Alexandre Dumas (filho) levaram-no a interessar-se também pelo teatro.
Outro seu trabalho importante foi “Vie rurale” (1856), uma série de retratos da vida camponesa. As campanhas francesas na Argélia inspiraram-no igualmente para homenagear os soldados. “Milianah” (1842) descreve a defesa heróica daquela cidade. Na mesma linha se inscreve “Laboureurs et soldats”, publicado em 1854.
Entre outras obras, saliente-se ainda: “Paroles de Salomon” (1868), “Épîtres rustiques” (1861), “Sonnets capricieux” e uma tragédia em cinco actos apresentada com grande sucesso no Théâtre de l'Odéon em 1848, “La Fille d'Eschyle”. Esta última peça foi galardoada com o Prémio Montyon atribuído pela Academia Francesa. A edição definitiva das suas obras foi publicada entre 1875 e 1881.
Joseph Autran foi eleito membro da Academia Francesa em 1868. Nos seus últimos dias de vida, foi acometido de cegueira.

Sem comentários:

Arquivo do blogue

Acerca de mim

A minha foto
- Lisboa, Portugal
Aposentado da Aviação Comercial, gosto de escrever nas horas livres que - agora - são muito mais...