segunda-feira, 5 de junho de 2017

5 DE JUNHO - WANDERLÉA

EFEMÉRIDEWanderléa Charlup Boere Salim, cantora brasileira, nasceu em Governador Valadares no dia 5 de Junho de 1946.
Tornou-se famosa com o grupo Jovem Guarda, fazendo sucesso ao lado dos seus amigos Roberto Carlos e Erasmo Carlos. Entre outros filmes que protagonizou, trabalhou como actriz principal em “Juventude e Ternura” (1968) e contracenou com Roberto e Erasmo na película “Roberto Carlos e o Diamante Cor-de-rosa” (1970).
Descendente de libaneses, passou a infância em Lavras e, aos nove anos de idade, mudou-se para o Rio de Janeiro com a família, composta pelos pais e vários irmãos, para tentarem uma vida melhor. Mal imaginaria ela que se tornaria numa das mais importantes cantoras brasileiras.
Aos dez anos, já ganhava concursos na rádio e, em 1962, foi lançado o seu primeiro compacto. No ano seguinte, saiu o primeiro LP, “Wanderléa”, editado pela CBS. Nesta gravadora, conheceu Roberto Carlos, com quem chegou a namorar, e Erasmo Carlos, passando a apresentar – em Agosto de 1965 – o programa “Jovem Guarda” na TV Record de São Paulo. Transmitido nas tardes de domingo, o programa teve uma das maiores audiências da época e lançou diversos artistas. Wanderléa e Celly Campelo foram assim as primeiras estrelas do rock brasileiro. Depois de terminada a Jovem Guarda, continuou a carreira como cantora pop. Actualmente, ainda se apresenta cantando os seus maiores sucessos, como “Pare o Casamento”, “Ternura” e “Prova de Fogo”.
Aos 15 anos, cantava em boîtes e, como era menor, pedia autorização ao Tribunal de Menores e os pais assinavam. O pai, no começo, não aceitava a carreira da filha, mas com o tempo entendeu que a jovem tinha grandes talentos musicais.
Um grande sucesso de Wanderléa, “Te Amo”, esteve na banda sonora da novela “Caras & Bocas” da Rede Globo. A mesma música já tinha entrado na telenovela dos anos 1990, “Pedra Sobre Pedra”.
Wanderléa sofreu muitas perdas na sua vida. A primeira delas foi, aos dez anos de idade, quando acordou para descobrir que a irmã mais velha fora morta por uma bala perdida. Este facto abalou para sempre toda a família.
No começo da sua carreira, aos 16 anos, começou a namorar Zé Renato, filho de Chacrinha. Com poucos meses de namoro, ficaram noivos. Após sete anos juntos, nova tragédia: Zé sofreu um acidente e ficou paraplégico. Wanderléa entrou em grave depressão e, com o tempo, o relacionamento entrou em crise porque ele não queria ser um peso na vida dela. Apesar de ter lutado por ele, respeitou a sua decisão e separou-se.
Após a separação, namorou alguns cantores e compositores de então. Depois, conheceu o guitarrista chileno Lalo Califórnia. Os dois começaram a namorar e em breve se casaram. Em 1982, nasceu o primeiro filho do casal. Em 1984, nova tragédia: o filho morreu afogado aos 2 anos de idade. O garoto estava a andar de triciclo e acidentalmente caiu na piscina. Chegou a ser socorrido, mas não resistiu.
Wanderléa, desesperada, entrou em grave crise depressiva, tendo que tomar medicação muito forte. A partir daí, o casamento desestruturou-se e eles passaram simplesmente a visitar-se. Com o tempo, o casal recuperou e tiveram mais duas filhas, ainda nos anos 1980. Passou por outras perdas, como a morte do pai, que a deixou muito abalada, e pouco tempo depois, em 1996, um irmão morreu vítima de Sida. A sua depressão foi forte, a que se seguiu um cancro no útero.
Wanderléa continua casada com Lalo até hoje, mas os dois moram em casas separadas e a cantora diz ser feliz assim. Os dois perceberam que, morando juntos, não se davam tão bem. Convivem como dois namorados.

Sem comentários:

Arquivo do blogue

Acerca de mim

A minha foto
- Lisboa, Portugal
Aposentado da Aviação Comercial, gosto de escrever nas horas livres que - agora - são muito mais...