quarta-feira, 25 de abril de 2018

25 DE ABRIL - ALBERT KING


EFEMÉRIDE - Albert Nelson King, influente guitarrista, compositor e cantor americano de blues, nasceu em Indianola no dia 25 de Abril de 1923. Morreu em Memphis, em 21 de Dezembro de 1992. Foi considerado o 13º melhor guitarrista do mundo pela revista norte-americana “Rolling Stone”.
Um dos “Três Kings” da guitarra Blues (juntamente com B.B. King e Freddie King), ele possuía uma figura imponente de 1,93 m de altura e 118 kg (o “Buldózer de Veludo”). Nasceu no seio de uma família humilde em Indianola, Mississippi, numa plantação de algodão, onde trabalhou durante a juventude. Uma das suas primeiras influências musicais foi o pai, Will Nelson, que tocava guitarra. Durante a infância, também cantou gospel numa igreja local.
Albert começou a sua carreira profissional num grupo chamado In the Groove Boys, em Osceola, Arkansas.
O seu primeiro sucesso foi “I'm A Lonely Man”, lançado em 1959. Entretanto, foi apenas em 1961 - com o lançamento de “Don't Throw Your Love On Me So Strong”-  que o seu nome se tornou conhecido. Em 1966, assinou contrato com a famosa gravadora Stax Records e, em 1967, lançou o seu lendário álbum “Born Under a Bad Sign”. Em 1968, foi contratado por Bill Graham para abrir os shows de John Mayall e Jimi Hendrix no Fillmore West, em San Francisco. A platéia logo descobriu de onde vinha a pegada blues de Mayall e Hendrix.
Albert King era canhoto e tocava uma guitarra Gibson Flying V virada de forma que as cordas graves ficavam para baixo.
Albert King influenciou milhares de guitarristas, incluindo músicos famosos como Jimi Hendrix, Eric Clapton, Mike Bloomfield, Stevie Ray Vaughan e Gary Moore. O solo de Eric Clapton na música “Strange Brew” (1968) é uma cópia nota-a-nota do solo de King na música “Pretty Woman”.
Albert King morreu vítima de uma crise de pancreatite aguda, sendo sepultado no Paradise Gardens Cemetery, em Edmondson, Arkansas.

Sem comentários:

Arquivo do blogue

Acerca de mim

A minha foto
- Lisboa, Portugal
Aposentado da Aviação Comercial, gosto de escrever nas horas livres que - agora - são muito mais...