domingo, 29 de abril de 2018

29 DE ABRIL - JEAN-GEORGES NOVERRE


EFEMÉRIDE - Jean-Georges Noverre, bailarino e professor de ballet francês, nasceu em Paris no dia 29 de Abril de 1727. Morreu em Saint-Germain-en-Laye, em 19 de Outubro de 1810.
Destacou se na historia da dança por ter escrito um conjunto de cartas sobre o ballet da sua época. O título dessa obra teórica sobre dança é “Lettres sur la Danse”. A primeira versão foi editada em 1760 em Estugarda e Lyon; depois, surgiu a edição inglesa de 1783 e, quase meio século mais tarde, as de 1804 e 1807, de São Petersburgo e Paris. Em todas elas, Noverre manteve-se fiel às quinze cartas da primeira edição. Nas novas edições acrescentou algumas cartas sobre música e duas dirigidas a Voltaire.O seu pensamento iluminista focalizava a actuação do intérprete e discutia sobre o que separa o ballet da dança e da pantomima, começando a priorizar a coreografia e a interpretação. Noverre representa a continuidade do tipo de dança da Académie Royale de Musique et Danse fundada pelo rei Luís XIV, conhecido como o Rei Sol. Ele é o autor da obra decisiva para o futuro da dança teatral. Noverre fazia os seus estudos desde o ponto de vista do palco, pois dançou quase toda a sua vida.
Começou na dança ainda adolescente, como aluno de Louis Dupré, na Académie Royale de Musique et Danse (futura Opéra de Paris). Estreou-se em público na Opéra-Comique. Mais tarde, graças à indicação de uma bailarina famosa, Marie Sallé, Noverre apresentou-se na corte de Fontainebleau. Em seguida, esteve um tempo em Berlim ao serviço de Frederico da Prússia, tendo convivido com bailarinos famosos.
Ao voltar a Paris, assumiu o posto de mestre da Opéra-Comique e organizou as danças da companhia, de modo a granjear receitas. Começou a ser mais reconhecido, quando criou o “Ballet Chinês”, o seu primeiro ballet de sucesso. Foi convidado pelo actor e empresário inglês David Garrick, para se apresentar em Londres, ganhando então fama internacional. Em 1760, publicou a primeira versão de ‘Cartas sobre a Dança’. De Lyon, foi para Estugarda como mestre de ballet do duque Württemberg.
Os ballets tornaram-se cada vez mais famosos em toda Europa, expandindo a produção e divulgação da dança. Ao longo da primeira metade do século XVIII, já existia um grande contingente de bailarinos, compositores, cenógrafos, figurinistas e músicos a circular na maioria das cidades europeias.
Noverre ultrapassou os princípios gerais que norteavam a dança do seu tempo para enfrentar problemas relativos à execução da obra. A sua proposta era atribuir expressividade à dança, utilizando as mãos, braços e feições para, segundo ele, sensibilizar e emocionar. Sugeriu a simplificação na execução dos passos e subtileza nos movimentos, para uma ideal expressividade na interpretação da dança.
Sentia-se orgulhoso de ter simplificado as alegorias na vestimenta e de exigir acção, movimentações na cena e expressão à dança. A grande reforma que distingue o século XVIII do XVII e o aproxima do XIX é a criação do “ballet-pantomima”, termo utilizado por Noverre e que se conservou sem alteração até ao século XIX.
Jean-Georges é considerado como o criador do ballet moderno. O dia do seu nascimento, 29 de Abril, tornou-se o Dia Internacional da Dança.


Sem comentários:

Arquivo do blogue

Acerca de mim

A minha foto
- Lisboa, Portugal
Aposentado da Aviação Comercial, gosto de escrever nas horas livres que - agora - são muito mais...