segunda-feira, 27 de agosto de 2012

EFEMÉRIDEJorge Paulo Cadete Santos Reis, antigo jogador de futebol português, nasceu em Pemba, Moçambique, no dia 27 de Agosto de 1968.
Começou a sua carreira na Associação Académica de Santarém em 1983-1984 com 15 anos de idade, marcando uns espantosos 43 golos em apenas 18 jogos. Despertou de imediato o interesse dos grandes clubes. O Sporting Clube de Portugal ganhou a corrida pelo passe do jogador.
Ingressou na equipa principal em 1987, sendo emprestado ao Vitória de Setúbal na época seguinte. Voltou ao Sporting na época de 1989/1990, onde jogou até 1995/1996, tornando-se um dos mais emblemáticos jogadores do clube. Foi o melhor marcador do campeonato na época de 1992/1993 com 18 golos. Venceu uma Taça de Portugal e marcou no total 70 golos ao serviço do Sporting.
A vida de Cadete na equipa leonina tornou-se instável, acabando por ser transferido para o Brescia em Novembro de 1994. Manteve-se no clube italiano durante um ano, regressando ao Sporting na época de 1995/1996.
Em Abril de 1996, rescindiu o contrato com o Sporting e assinou pelo Celtic, onde rapidamente ganhou o estatuto de estrela. A sua estreia deu-se contra o Aberdeen em Celtic Park, onde Cadete saltou do banco e marcou o último golo da vitória por 5-0.
A transferência de Cadete tornou-se polémica. Apesar de ter sido inscrito dentro do prazo legal, a Associação de Futebol da Escócia atrasou o seu processo de registo antes do jogo da Taça da Escócia frente ao Rangers. Seguiu-se uma queixa do presidente do Celtic e o responsável da Associação de Futebol da Escócia foi afastado das suas funções ao ser considerado culpado de tentar deliberadamente atrasar a inscrição do jogador.
1996/1997 foi a única temporada completa na Escócia e a melhor de sempre. Acabou como o Melhor Marcador da Escócia, com 33 golos em 44 jogos, em todas as competições e sem a ajuda de grandes penalidades. Apesar disso, perdeu o título de campeão para o rival de sempre, o Rangers. Cadete jogou a sua última partida com o Celtic frente ao Dundee United. Quando foi substituído beijou o campo, dando a entender que estava de partida. Foi transferido para o Celta de Vigo, por uma verba a rondar os 3 milhões e meio de Libras.
Jogou no Celta de Vigo na época de 1997-1998, regressando a Portugal para jogar no Sport Lisboa e Benfica na temporada seguinte. Após essa época em Portugal, foi para Inglaterra representar o Bradford City na temporada de 1999/2000. Não tendo conseguido marcar um único golo em sete partidas, regressou ao Benfica no final da época. Veio a custo zero, sendo cedido ao Estrela da Amadora nas épocas de 2000/2001 e 2001/2002.
Após a sua saída do Estrela da Amadora, Cadete ficou sem clube. Sem ter encontrado uma equipa para iniciar a época, considerou terminada a sua carreira aos 33 anos. Participou então num reality show, o Big Brother.
Regressou à Escócia no princípio de 2003, decidido a voltar a jogar. Foi entrevistado num programa de televisão e assinou contrato com a equipa do Partick Thistle Football Club em Janeiro de 2004, terminando um período de 18 meses de inactividade. Fez a sua estreia em Fevereiro contra o Celtic, sendo aplaudido pelos adeptos que nunca o tinham esquecido.
Em breve estava de novo à procura de clube, tendo convites da Escócia, Japão e Qatar, nada chegando a concretizar-se.
Voltou a Portugal e, na época 2004/2005, assinou pelo Clube Desportivo Pinhalnovense, onde ficou apenas 5 jornadas, em virtude de ter aberto uma Academia de Futebol. Foi depois treinador do R. D. do Algueirão.
Fez ao todo 33 jogos pela Selecção Portuguesa (1990/1998), tendo marcado cinco golos.

Sem comentários:

Arquivo do blogue

Acerca de mim

A minha foto
- Lisboa, Portugal
Aposentado da Aviação Comercial, gosto de escrever nas horas livres que - agora - são muito mais...