sábado, 22 de fevereiro de 2014

22 DE FEVEREIRO - RUBENS DE FALCO



EFEMÉRIDERubens de Falco da Costa, actor brasileiro, morreu em São Paulo no dia 22 de Fevereiro de 2008. Nascera na mesma cidade em 19 de Outubro de 1931.
No início da sua carreira, em 1955, participou em actividades de jograis em São Paulo. Depois, teve marcantes actuações no teatro. Foi, no entanto, a televisão que lhe trouxe o reconhecimento definitivo da crítica e do público, sendo escolhido frequentemente para protagonizar telenovelas.
O seu papel de Leôncio, em “Escrava Isaura”, deu-lhe a oportunidade de representar um dos maiores vilões da teledramaturgia brasileira, sendo considerado o maior papel de Rubens na TV.
Ainda na televisão, fez por duas vezes o papel de imperador Maximiliano em “A Rainha Louca” (1967) e de Francisco José em “A Última Valsa” (1969), além de outras personagens de sucesso, como: o misterioso Agenor em “O Grito” (1975); Samir Hayala em “O Astro” (1978); Roberto Steen em “A Sucessora” (1978); ou o poderoso Daniel em “Gaivotas” (1979). Foi também o Barão de Araruna na primeira versão da novela “Sinhá Moça” (1986).
Em 2004, participou no remake de “A Escrava Isaura” na Rede Record, desta vez no papel de Comendador Almeida, o pai de Leôncio.
Em Outubro de 2006, sofreu um acidente vascular cerebral. Em virtude de problemas decorrentes deste AVC, esteve internado no Centro Integrado de Atendimento ao Idoso (CIAI), de Outubro de 2006 até falecer em Fevereiro de 2008, vítima de ataque cardíaco decorrente de uma embolia.
Ao longo da sua carreira, fez cerca de 30 telenovelas, uma série, 5 mini-séries e mais de 30 filmes. 

Sem comentários:

Arquivo do blogue

Acerca de mim

A minha foto
- Lisboa, Portugal
Aposentado da Aviação Comercial, gosto de escrever nas horas livres que - agora - são muito mais...