quinta-feira, 5 de julho de 2012

EFEMÉRIDE António de Macedo, realizador de cinema, professor e escritor português, nasceu em Lisboa no dia 5 de Julho de 1931. Abandonou o cinema no fim dos anos 1990 por se sentir marginalizado. Depois disso, dedicou-se por inteiro à literatura.
Frequentou a Escola Superior de Belas Artes de Lisboa, onde se graduou como arquitecto em 1958. Exerceu a profissão na Câmara Municipal de Lisboa até 1964.
Assinou uma das primeiras obras teóricas e didácticas sobre cinema editadas em Portugal: “A Evolução Estética do Cinema” (1959/1960) e foi co-fundador das cooperativas Centro Português de Cinema (1970) e Cinequanon (1974).
Especializou-se na investigação e estudo das religiões comparadas, de esoterologia e de história da filosofia e da estética audiovisual, temas que tem abordado em inúmeros colóquios, conferências e em diversas publicações. Na sequência destes trabalhos e investigações, doutorou-se em Sociologia da Cultura, com distinção e louvor, em 2010 (Universidade Nova de Lisboa).
Dedicado ao ensino desde 1970, foi professor no Instituto de Artes Decorativas (IADE), Instituto de Novas Profissões, Universidade Lusófona, Universidade Moderna e Universidade Nova de Lisboa, regendo cadeiras como Teoria e Prática do Cinema, Análise de Imagem, Arte Narrativa e Esoterismo Bíblico.
António de Macedo tornou-se mais conhecido como realizador, actividade que abandonou em 1996 por ver recusados vários projectos que apresentou nos concursos oficiais para o financiamento de filmes portugueses, apesar da sua vasta e original filmografia e da vertente cultural do cinema que praticou.
Fez, ao longo da sua carreira de cineasta, onze longas-metragens, cerca de cinquenta curtas e médias-metragens e oito filmes para televisão.
A nível de literatura, especializou-se na literatura fantástica e de ficção científica. Foi um dos promotores dos Encontros Internacionais de Ficção Científica & Fantástico de Cascais, cuja primeira edição ocorreu em 1996, sendo um dos seus coordenadores. Dentre os diversos livros de ensaios que publicou, salienta-se a sua tese de doutoramento em Sociologia da Cultura, um denso volume de 670 páginas de investigação sociocultural e esoterológica dos textos bíblicos, intitulado “Cristianismo Iniciático”. Neste estudo, Macedo aprofundou, em termos históricos e sociológicos, os conteúdos e os textos da Bíblia, discutindo especialmente a decisiva importância das interpretações esotéricas e heterodoxas da Bíblia, e respectivos autores e correntes, desde a produção dos antigos textos bíblicos até hoje, bem como o profundo significado dessas interpretações para o desenvolvimento da mentalidade, da cultura e da ciência na civilização ocidental. Escreveu também quatro peças de teatro.

Sem comentários:

Arquivo do blogue

Acerca de mim

A minha foto
- Lisboa, Portugal
Aposentado da Aviação Comercial, gosto de escrever nas horas livres que - agora - são muito mais...