quarta-feira, 17 de agosto de 2016

17 DE AGOSTO - TED HUGHES

EFEMÉRIDETed Hughes, de seu verdadeiro nome Edward James Hughes, escritor britânico unanimemente considerado como um dos melhores poetas da sua geração, nasceu em West Yorkshire no dia 17 de Agosto de 1930. Morreu em Londres, em 28 de Outubro de 1998, vítima de doença oncológica no fígado.
Passou os primeiros anos da sua vida no meio rural, o que – segundo declarou em entrevista ao “The Daily Telegraph” no final da vida – teve uma influência capital no desenrolar da sua carreira literária. Em 1937, a família muda-se para Mexborough, onde os pais se estabelecem como vendedores de jornais. Esta ligação ao proletariado britânico dos anos 1930 também foi determinante na sua obra.
No fim da adolescência, estudou Literatura Inglesa, Antropologia e Arqueologia na Universidade de Cambridge, onde conheceu a escritora Sylvia Plath, sua futura esposa.
Na Grã-Bretanha, Ted Hughes foi “Poeta Laureado” (o que correspondia a ser o poeta oficial da rainha), de 1984 até ao seu falecimento em 1998.
Foi casado com a escritora americana Sylvia Plath (1956/63), com quem teve dois filhos. Especulou-se frequentemente que ele estaria na origem do suicídio da esposa. Foi alvo da mesma suspeição, quanto do suicídio da sua amante Assia Wevill em 1969, que se matou juntamente com a filha de ambos.  
Ted foi o executor testamentário da herança pessoal e literária de Sylvia Plath. Supervisionou particularmente a publicação dos seus manuscritos, nomeadamente o de “Ariel” em 1966. Se bem que nunca tenha sido provado, foi acusado de ter destruído o último caderno do diário íntimo da esposa, que conteria detalhes da vida em comum.
Em Agosto de 1970, voltou a casar-se, desta vez com a enfermeira Carol Orchard, com quem viveu até ao fim dos seus dias.
Hughes desenvolveu a relação complexa que tinha mantido com Sylvia Plath, na sua última recolha de cartas/poemas, “Birthday Letters”, publicada em 1998, alguns meses antes de falecer. Esta obra, cuja capa da edição original foi ilustrada pela filha de ambos, Frieda Hughes, recebeu o Whitbread Book, prémio que tinha sido igualmente atribuído, no ano anterior, ao seu livro “Tales from Ovid”.
Pouco tempo antes de morrer, recebeu das mãos da rainha Isabel II a Ordem de Mérito, uma honraria rara pois esta Ordem conta apenas com 24 membros.
Para além das suas recolhas poéticas iniciadas em 1957, publicou igualmente “Tales from Ovid” (1997) – uma selecção de traduções livres de poemas de Ovídio, vários libretos de ópera e numerosos livros infantis, nomeadamente “The Iron Man”, que viria a ser adaptado a uma ópera rock e ao cinema. Postumamente, foi feita uma antologia definitiva de todos os seus poemas, com 1333 páginas, sob o título “Collected Poems” (2003).

Sem comentários:

Arquivo do blogue

Acerca de mim

A minha foto
- Lisboa, Portugal
Aposentado da Aviação Comercial, gosto de escrever nas horas livres que - agora - são muito mais...