terça-feira, 30 de agosto de 2011




EFEMÉRIDEPaulo Manuel Carvalho Sousa, ex-futebolista e actual treinador português, nasceu em Viseu no dia 30 de Agosto de 1970.


Iniciou a sua carreira no S. L. Benfica, sendo um produto dos escalões de formação do clube. Estreou-se na equipa principal na época de 1989-90, tendo conquistado o Título Nacional no ano seguinte e a Taça de Portugal na época 1992-93, numa equipa onde jogavam, entre outros, João Vieira Pinto, Paulo Futre, Rui Costa e Vítor Paneira.


No Verão de 1993, juntamente com o extremo-esquerdo Pacheco, rescindiu o contrato com o Benfica e assinou pelo Sporting C. P., numa transferência muito polémica. As suas exibições de extrema consistência e a sua extraordinária visão de jogo valeram-lhe a transferência para a Juventus no ano seguinte, onde em 1996 ganhou a Liga dos Campeões Europeus. Esta proeza seria repetida no ano seguinte, ao serviço do seu novo clube, o Borussia Dortmund. A partir de 1997, a carreira de Paulo Sousa foi prejudicada por várias lesões graves, com períodos de paragem prolongados.


Em 1998 transferiu-se para o Inter de Milão, tendo jogado seguidamente no Parma (2000), no Panathinaikos (2000 e 2001) e no Espanyol de Barcelona em 2002, ano em que deu por encerrada a carreira.


Fez parte da Selecção Campeã do Mundo de sub-20 em 1989 e, desde 1991, tornou-se presença assídua na Selecção Nacional juntamente com Luís Figo e Rui Costa. Participou nos Europeus de 1996 e 2000 e fez parte da equipa de Portugal no Mundial de 2002 na Coreia. Foi internacional 51 vezes.


Após se retirar como jogador, Paulo Sousa desempenhou funções na equipa técnica da Selecção Nacional, tendo treinado a equipa de sub-16 até ao Verão de 2007.


Em Novembro de 2008 foi anunciado como treinador principal do clube inglês QPR. No ano seguinte treinou o Swansea City e, na época 2010/2011, foi técnico principal do Leicester City. Treina actualmente o Videoton F. C. da Hungria, com o qual já venceu a Super Taça Húngara.


Do seu palmarés como jogador, fazem parte: pelo Benfica, o Campeonato Nacional em 1990/1991 e a Taça de Portugal de 1992/1993; pela Juventus, o Campeonato Italiano e a Taça de Itália em 1994/1995, a Super Taça de Itália de 1995 e a Liga dos Campeões da UEFA de 1995/1996; pelo Borussia Dortmund, a Super Taça de 1996, a Liga dos Campeões Europeus de 1996/1997 e a Taça Intercontinental de 1997.


Sem comentários:

Arquivo do blogue

Acerca de mim

A minha foto
- Lisboa, Portugal
Aposentado da Aviação Comercial, gosto de escrever nas horas livres que - agora - são muito mais...