sexta-feira, 30 de setembro de 2016

30 DE SETEMBRO - MONICA BELLUCCI

EFEMÉRIDEMonica Anna Maria Bellucci, modelo e actriz italiana, nasceu em Città di Castello no dia 30 de Setembro de 1964.
Com uma carreira iniciada como modelo de grandes marcas europeias, como Dior e Dolce & Gabbana (anos 1980/90), voltou-se para o cinema posteriormente, vindo a ser considerada pela revista norte-americana “Variety” como «o último mito erótico e a herdeira de divas italianas do cinema, como Sofia Loren, Gina Lollobrigida e Silvana Mangano».
Na década de 1980, Bellucci abandonou os estudos de Direito, na Universidade de Perúgia, para seguir a carreira de modelo. Em 1988, mudou-se para Milão, um dos grandes centros mundiais da moda, passando a fazer parte do elenco internacional da agência Elite Models. Trabalhou para grandes estilistas, além de posar para fotografias de moda, em Paris e Nova Iorque, nalgumas das maiores revistas do ramo, como “Elle” e “GQ”, o que a levou a conseguir destaque internacional na profissão. Monica fez depois a transição para o cinema, frequentando cursos de Interpretação.
Fluente em italiano, inglês e francês, com bom conhecimento do espanhol e razoável do português, pôde trabalhar em filmes nas várias línguas e em diversos países. Começou no cinema nos anos 1990, conseguindo chamar a atenção, ao participar num pequeno papel em língua inglesa, em “Drácula” de Bram Stoker, dirigido por Francis Ford Coppola (1992), e fazendo uma série de filmes em francês, com o seu segundo marido, também actor, Vincent Cassel. Em 1995, foi nomeada para os Césars na categoria Melhor Esperança Feminina.
Com o sucesso mundial do filme italiano “Malèna” de Giuseppe Tornatore, Monica ficou com as portas de Hollywood abertas, filmando com Bruce Willis e participando em dois filmes da saga Matrix, “Reloaded” e “Revolutions”, e no sucesso de bilheteira escrito e realizado por Mel Gibson, “A Paixão de Cristo” (2004), para o qual aprendeu aramaico para protagonizar Maria Madalena.
Bellucci escandalizou o público do Festival de Cannes em 2002, ao participar numa das cenas mais violentas e realistas de um estupro, no filme francês “Irreversível” do argentino Gaspar Noé, contracenando com o seu então marido V. Cassel. Já com quarenta anos de idade, em 2004, foi considerada a Mulher Mais Sexy do Mundo pelos leitores da revista masculina “Maxim’s”.
As suas fotos, nua, para grandes revistas como “Vanity Fair” (para quem posou grávida em 2004, enfurecendo o Vaticano), “Maxim’s” e “Gentlemen’s Quartely”, entre outras, e os seus ensaios fotográficos com grandes profissionais, transformaram-na num importante símbolo sexual italiano e aumentou a sua legião de fãs.
Monica também fez sucesso junto do público infantil e adolescente ao personificar a rainha egípcia Cleópatra no filme francês “Astérix e Obélix: Missão Cleópatra” (2002), baseado na banda desenhada dos heróis gauleses, um dos maiores sucessos de bilheteira da história do cinema em França. Deu igualmente a sua voz à personagem Kaileena (“Prince of Persia Warrior Within”), da trilogia “Prince of Persia”.
Em 2015, participou no filme “007 contra Spectre”, 24º filme de James Bond, como a bond girl Lucia Sciarra, tornando-se – aos 50 anos – a mais velha de todas as bond girls desde o início da série em 1962.
Foi casada, entre 1990 e 1994, com o fotógrafo italiano Claudio Basso. Casou-se pela segunda vez, em 1999, com o actor francês Vincent Cassel, com o qual teve duas filhas. Em 2010, comprou uma casa no Rio de Janeiro, onde passou várias temporadas com a família. O casamento chegou ao fim em 2013.
Em 2016, adquiriu um apartamento no histórico bairro do Castelo, em Lisboa, onde será vizinha do designer francês Christian Louboutin. Monica inscreveu as duas filhas num colégio internacional de Lisboa.

Sem comentários:

Arquivo do blogue

Acerca de mim

A minha foto
- Lisboa, Portugal
Aposentado da Aviação Comercial, gosto de escrever nas horas livres que - agora - são muito mais...