segunda-feira, 5 de setembro de 2016

5 DE SETEMBRO - MICHAEL KEATON

EFEMÉRIDEMichael Keaton, de seu verdadeiro nome Michael John Douglas, actor norte-americano, nasceu em Coraopolis, na Pensilvânia, no dia 5 de Setembro de 1951. Tornou-se muito conhecido após os seus três trabalhos para o realizador Tim Burton: “Beetlejuice” em 1988, “Batman” em 1989 e “Batman, o desafio” em 1992.
Oriundo de uma família com origens escocesa/irlandesa e alemã, o pai era engenheiro civil e agrimensor e a mãe dona de casa. Estudou na Montour High School, antes de se mudar para Pittsburgh.
Os seus dons de actor revelaram-se desde a juventude, ao imitar o cantor Elvis Presley. Escreveu ele próprio os seus primeiros sketches e interpretou-os em numerosos espectáculos.
Teve vários ofícios, antes de ser convidado para a televisão a fim de entrar em séries como “All's Fair” (1977). No cinema, depois de um bom desempenho em “Corretores do Amor”, o seu nome já apareceu em destaque em “Mr. Mom”, obtendo o aplauso generalizado do público e da crítica.
Não devendo utilizar o seu verdadeiro apelido por já existir o homónimo Michael Douglas, escolheu Keaton, embora nada tenha a ver com Buster Keaton, um estrela do cinema mudo (como poderíamos ser levados a supor).
Chamado por Woody Allen para entrar em “A Rosa Púrpura Do Cairo”, acabou por ser substituído por Jeff Daniels. Depois de “Os Trapaceiros da Loto”, recusou o papel principal de “Tocaia”. Após alguns filmes menos bem conseguidos, foi Tim Burton quem o resgatou para a celebridade. A sua representação nos filmes do Batman foi considerada pelos fãs do super-herói como «o melhor Batman de todos os tempos».
Nos anos 1990, alternou comédias com filmes dramáticos e policiais, mas sem grande sucesso. No fim da década, a sua estrela voltou a brilhar. Fez parte do casting reunido por Quentin Tarantino, tendo actuações de relevo e contracenando com actores como Robert De Niro. Trabalhou depois com os realizadores Steven Soderbergh e Barbet Schroeder (1998).
As suas performances nos anos 2000 passaram despercebidas. Em 2005, começou a colaborar com os estúdios de animação Pixar, fazendo várias dobragens.  
Virou-se então para a realização, dirigindo “Killing Gentleman” em 2008. Interpretou também pequenos papéis em diversos filmes. Em 2014, apareceu no remake de “RoboCop”.
Voltou à Broadway na esperança de reencontrar a glória e conquistou um Globo de Ouro de Melhor Actor. Fez parte do elenco da película dramática “Spotlight” de Thomas McCarthy, que conquista o Oscar de Melhor Filme. Em 2016, está previsto ter o papel principal em “The Founder” de John Lee Hancock.
Keaton foi casado com Caroline McWilliams de 1982 a 1990. Teve um relacionamento de seis anos com a actriz Courteney Cox e de alguns meses com a também actriz Michelle Pfeiffer. É um adepto fervoroso dos Pittsburgh Pirates (basebol) e é um pescador apaixonado.

Sem comentários:

Arquivo do blogue

Acerca de mim

A minha foto
- Lisboa, Portugal
Aposentado da Aviação Comercial, gosto de escrever nas horas livres que - agora - são muito mais...