sexta-feira, 14 de julho de 2017

14 DE JULHO - ROBERTO MACEDO

EFEMÉRIDERoberto Eduardo da Costa Macedo, juiz e escritor português, nasceu em Santo Tirso no dia 14 de Julho de 1887. Morreu no Porto (Ramalde) em 19 de Julho de 1977.
Em 1899, deu-se uma forte onda da peste bubónica na zona do grande Porto, incluindo Santo Tirso. Roberto foi estudar para o Colégio Aveirense, onde fez os seus primeiros poemas.
Mais tarde, em 1907, enquanto estudava no Liceu de Braga, foi militante na Associação Académica, grande contestatário e participante numa greve de alunos.
Com 25 anos de idade, formou-se em Direito na Universidade de Coimbra (1907/1912), sendo depois Juiz de Direito e colocado em várias comarcas, como: Vieira do Minho, Fafe, Vila da Feira, Guarda e Porto.
Envolveu-se entusiasticamente na política, tendo discursado no dia da proclamação da República em 1910. Em 1913, foi nomeado ajudante de notário da Comarca de Santo Tirso.
Colaborou assiduamente em diversos jornais (“Jornal de Santo Tirso”, “Semana Tirsense”, “o Democrata” e “O Arauto”), tendo sido director do “Jornal Povo”.
Publicou várias obras, destacando-se sobretudo os seus últimos livros: “Poemas” (1965) e “Uma Ilustre Dama Brasileira em Santo Tirso” (1969), em que conta a história de Alice Saint Brisson e da sociedade tirsense, nos princípios do século XX, aproveitando para prestar homenagem à comunidade luso-brasileira e a todos os portugueses que, desde a descoberta do Brasil, dedicaram as suas vidas aos dois países.
Em 2010, a Câmara de Santo Tirso, na comemoração dos 100 anos da República, fez-lhe uma homenagem, extensiva a todos os republicanos tirsenses.

Sem comentários:

Arquivo do blogue

Acerca de mim

A minha foto
- Lisboa, Portugal
Aposentado da Aviação Comercial, gosto de escrever nas horas livres que - agora - são muito mais...