segunda-feira, 29 de setembro de 2014

29 DE SETEMBRO - SEBASTIAN COE

EFEMÉRIDESebastian Newbold Coe, político e ex-atleta britânico, nasceu em Londres no dia 29 de Setembro de 1956. Recebeu o grau de Cavaleiro da Ordem do Império Britânico em 2002.
Corria provas de meio fundo, como os 800 e os 1500 metros. Venceu a prova dos 1500m nas Olimpíadas de Moscovo (1980) e de Los Angeles (1984). Estabeleceu, ao longo da sua carreira, onze recordes mundiais, sendo três em pista coberta.
Começou a praticar atletismo aos 14 anos de idade e, treinado pelo pai, conquistou em 1975 o seu primeiro título nacional de juniores nos 1500 metros, antes de se classificar em 3º lugar nos Europeus de Juniores (Atenas) com 3 m 45 s.
Em 1976, fez 1 m 47 s 7 nos 800 metros. No ano seguinte, conquistou o seu primeiro título internacional, correndo os 800m dos Europeus em pista coberta no tempo de 1 m 46 s 5.
No Verão de 1978, bateu o recorde da Grã-Bretanha de 800 metros com 1 m 44 s 25. Alguns dias mais tarde, em Londres, recuperou o recorde (que havia sido entretanto batido por Steve Ovett) fazendo 1 m 43 s 97.
Prosseguindo os seus estudos de História da Economia na Universidade de Loughborough, Sebastian Coe tornou-se durante o Verão de 1979 o primeiro atleta a acumular os recordes mundiais de 800, 1500 e milha. Em Julho, quando dos Bislett Games realizados em Oslo, batera o recorde mundial dos 800 m com 1 m 42 s 33, melhorando a antiga melhor marca detida desde 1976 pelo cubano Alberto Juantorena. Duas semanas depois, ainda em Oslo, bateu o recorde mundial da milha com 3 m 49 s 0. Em Agosto, estabeleceu o seu terceiro recorde mundial no espaço de 41 dias, correndo em 3 m 32 s 03 os 1500 metros do meeting de Zurique. Foi então considerado o Atleta do Ano pela redacção desportiva da BBC.
Em 1980, bateu o recorde do mundo dos 1000 metros com 2 m 13 s 40, tornando-se o primeiro atleta a deter simultaneamente os recordes mundiais das quatro principais provas de meio fundo.
Em Junho de 1981, em Florença, melhorou o seu próprio recorde mundial de 800 metros (1 m 41 s 73). Menos de um mês mais tarde, colocou o recorde dos 1000 m em 2 m 12 s 18 e depois o da milha em 3 m 48 s 53, mais tarde melhorado para 3 m 47 s 33 em Bruxelas.
Diversas lesões graves perturbaram então a sua actividade, sendo mesmo hospitalizado. Voltou às pistas em 1984 e classificou-se para os Jogos Olímpicos de Los Angeles, onde ganhou a medalha de prata dos 800 metros e a de ouro dos 1500 metros.
Em 1986, conquistou o título europeu dos 800 metros em Estugarda e classificou-se em segundo na final dos 1500. Em Setembro, estabeleceu a melhor marca da sua carreira nos 1500 m com 3 m 29 s 77.
Em 1987, uma tendinite impediu-o de estar presente nos Mundiais de Roma. Em 1988, ainda não restabelecido de uma infecção pulmonar contraída quando de um estágio em altitude, viu-se impedido de ser seleccionado para os J.O. de Seul.
Sebastian Coe pôs fim à sua carreira de atleta em 1990. Foi recordista mundial dos 800 metros entre 1979 e 1997, dos 1500 entre 1979 e 1980 e da milha entre 1981 e 1985.
Depois de abandonar o atletismo, ingressou no Partido Conservador e foi eleito para deputado da Câmara dos Comuns. Foi membro do Parlamento do Reino Unido de 1992 a 1997, tornando-se membro vitalício em 2000.
Em 2007, foi eleito vice-presidente da Associação Internacional das Federações de Atletismo. Presidiu ao Comité Organizador das Olimpíadas de Londres de 2012.

Sem comentários:

Arquivo do blogue

Acerca de mim

A minha foto
- Lisboa, Portugal
Aposentado da Aviação Comercial, gosto de escrever nas horas livres que - agora - são muito mais...