terça-feira, 30 de setembro de 2014

30 DE SETEMBRO - MIGUEL DE BULHÕES E SOUSA

EFEMÉRIDEDom Frei Miguel de Bulhões e Sousa, de seu nome original Manuel José Correia da Silva, religioso da Ordem dos Pregadores (Dominicanos) onde professou em Novembro de 1723, morreu em Portugal no dia 30 de Setembro de 1778. Nascera em Verdemilho, Aradas, Aveiro, em 13 de Agosto de 1706. Foi ordenado padre em Março de 1730.
Foi eleito bispo de Malaca, Singapura, em Março de 1746, aos 40 anos de idade. Fora ordenado bispo pelas mãos de Dom Tomás Cardeal de Almeida, patriarca de Lisboa, e de Dom Frei João da Cruz Salgado de Castilho, bispo de São Sebastião do Rio de Janeiro, Brasil.
Com a renúncia de Dom Frei Guilherme de São José em Novembro de 1747, ficou vaga a Sé de Belém do Pará, para a qual Dom Miguel foi nomeado bispo coadjutor em 8 Dezembro. Em Maio de 1748, sucedeu a Guilherme de São José no bispado do Pará.
Dom Miguel chegou a Belém do Pará no dia 9 de Fevereiro de 1749, tomando posse cinco dias depois. Em Junho, reabriu o Seminário de Nossa Senhora das Missões e confiou a direcção ao padre jesuíta Gabriel Malagrida.
Em Maio de 1753, o rei D. José I mandou que Dom Miguel de Bulhões assumisse o governo da Província. Em Dezembro de 1755, Dom Miguel abençoou a nova Catedral de Belém, obra de António Landi.
Dom Miguel viveu o episódio da expulsão dos jesuítas dos domínios portugueses em 1759. Com efeito, em Janeiro, D. José I, rei de Portugal, mandara sequestrar os bens da Companhia de Jesus, por influência do marquês de Pombal. Em Fevereiro desse mesmo ano, Dom Miguel tomou posse como Visitador e Reformador dos Jesuítas. Os jesuítas foram expulsos dos domínios portugueses, determinando assim a decadência total das actividades missionárias.
Dom Frei Miguel de Bulhões e Sousa foi nomeado bispo de Leiria em Março de 1760. Deixou o Pará no dia 12 de Setembro, viajando no mesmo navio em que iam os jesuítas expulsos.
Morreu aos 72 anos, sendo sepultado na Catedral de Leiria. O seu corpo apareceu intacto, quando foram feitas escavações no local, já na segunda metade do século XX. A gravura acima representa o seu brasão de armas. 

Sem comentários:

Arquivo do blogue

Acerca de mim

A minha foto
- Lisboa, Portugal
Aposentado da Aviação Comercial, gosto de escrever nas horas livres que - agora - são muito mais...