sexta-feira, 11 de março de 2016

11 DE MARÇO - JOÃO MARIA FERREIRA DO AMARAL

EFEMÉRIDEJoão Maria Ferreira do Amaral, oficial do exército português, comandante da Polícia Cívica de Lisboa (a antecessora da Polícia de Segurança Pública), de 1923 até à sua morte, morreu em Lisboa no dia 11 de Março de 1931. Nascera na mesma cidade em 14 de Fevereiro de 1876.
Participou, como voluntário, na expedição de pacificação no sul de Angola, em 1915, sob o comando do General Pereira d'Eça. No ano seguinte, estando de licença em Portugal, foi nomeado comandante do Batalhão de Infantaria 15, que seguiu para a frente da Flandres, integrado no Corpo Expedicionário Português.
Regressou de França depois da Primeira Grande Guerra Mundial e seguiu para Angola, numa missão civil. Voltou a Lisboa em 1922, tendo sido promovido a Coronel.
Em Novembro de 1923, foi nomeado comandante da Polícia Cívica de Lisboa. Destacou-se na repressão da Legião Vermelha, a qual, dois anos mais tarde, perpetrou um atentado em que ele foi gravemente ferido. No leito do hospital, dirigiu a repressão que culminou com a prisão e o degredo para África de mais de uma centena de suspeitos.
Foi agraciado com várias medalhas. Escreveu duas obras acerca da I Guerra Mundial – “A mentira da Flandres e… o medo!” (1922) e “A batalha do Lys, a batalha d'Armentières ou o 9 de Abril” (1923).  

Sem comentários:

Arquivo do blogue

Acerca de mim

A minha foto
- Lisboa, Portugal
Aposentado da Aviação Comercial, gosto de escrever nas horas livres que - agora - são muito mais...