segunda-feira, 28 de março de 2016

28 DE MARÇO - RICHARD GRIFFITHS

EFEMÉRIDERichard Griffiths, actor britânico, morreu no Hospital Universitário de Coventry em 28 de Março de 2013. Nascera em Thornaby-on-Tees no dia 31 de Julho de 1947.
Era um dos actores favoritos na Grã-Bretanha e interpretava estilos muito diferentes nos filmes em que participava. Ficou na memória do público, sobretudo, por ter incarnado Vernon Dursley, o antipático tio de Harry Potter, em todos os filmes desta saga.
Era filho de pai e mãe operários e surdos-mudos, o que o levou a aprender a linguagem gestual. Teve uma infância movimentada, com várias tentativas de fuga e deixando a escola aos quinze anos de idade. Contratado como porteiro, o patrão encorajou-o a regressar aos estudos, o que ele fez. Seguiu então um curso de Arte Dramática no Stockton & Billingham College e estudou na Manchester School of Theatre.
Acabados os estudos, encontrou um lugar na BBC Radio, trabalhando simultaneamente em pequenos teatros como actor e, mesmo, como director. Instalou-se depois em Manchester, para poder representar papéis mais importantes, fazendo também pequenas aparições em séries televisivas. 
Chamou a atenção de Trevor Nunn, director artístico da Royal Shakespeare Company, que o aconselhou a mudar-se para Londres, o que ele fez, passando a subir aos palcos integrado naquela companhia teatral e interpretando papéis de relevo.
Em 1977, apareceu pela primeira vez no cinema em “It Shouldn't Happen to a Vet”. Interpretou depois pequenos papéis em grandes produções, como “Super-homem 2” e “Chariots of Fire”. Foi o seu papel no filme “Withnail and I”, em 1987, que o revelou ao grande público britânico. Tornou-se igualmente popular através   de várias presenças em séries de televisão.
Em 2001, tornou-se conhecido também no estrangeiro com o filme “Harry Potter and the Philosopher's Stone”, num papel que ele manteria em todos os outros filmes de Harry Potter. 
Em 2004, protagonizou a peça “The History Boys”. Em 2006, ganhou o Tony Award de Melhor Actor com uma peça em Nova Iorque e o Laurence Olivier Award de Melhor Actor com outra peça em Londres.
Ainda no teatro, em 2007, contracenou com Daniel Radcliffe (Harry Potter) na peça “Equus”. Em 2011, entrou noutras grandes produções. De Maio a Julho de 2012, fez parte do elenco de “The Sunshine Boy”.
Ficou conhecido pelos seus maus modos contra o toque de telemóveis nas salas de espectáculos, não hesitando em parar no meio de uma representação para admoestar o espectador em questão. Em 2004, fez mesmo expulsar de uma sala um espectador cujo celular tocara várias vezes.  
Conheceu a sua futura esposa, Heather Gibson, em 1973, quando os dois representavam a peça “O Leque de Lady Windermere” de Oscar Wilde. Casaram-se em 1980.
Em 2008, foi feito Oficial da Ordem do Império Britânico pela sua carreira de actor. Morreu com 65 anos, vítima de complicações após uma cirurgia cardíaca. 

Sem comentários:

Arquivo do blogue

Acerca de mim

A minha foto
- Lisboa, Portugal
Aposentado da Aviação Comercial, gosto de escrever nas horas livres que - agora - são muito mais...