sexta-feira, 24 de março de 2017

24 DE MARÇO - QUIM MONZÓ

EFEMÉRIDEQuim Monzó, romancista e contista espanhol de língua catalã, nasceu em Barcelona no dia 24 de Março de 1952.
Começou a publicar reportagens em princípios dos anos 1970, sobre o Vietname, o Camboja, a Irlanda do Norte e a África do Índico, no jornal “Tele/eXprés”. Colaborou em diversos periódicos e, actualmente, publica diariamente uma coluna no diário “La Vanguardia”.
A sua primeira novela apareceu em 1976. Passou o ano de 1982 em Nova Iorque, com uma bolsa de estudos.
Publicou um bom número de novelas, contos e colectâneas de artigos, sendo traduzido em mais de vinte idiomas e tendo ganho diversos prémios literários.
As suas colaborações na rádio e na televisão catalãs desde a década 1980 contribuíram para fazer dele um dos autores catalães mais populares.
Em 2007, escreveu e leu o discurso inaugural da Feira do Livro de Frankfurt, ano no qual a cultura catalã foi convidada especial para o evento. Monzó preparou uma dissertação escrita em forma de conto que diferia totalmente dos discursos tradicionais.
De Dezembro de 2009 a Abril de 2010, realizou-se na Galeria Arts Santa Mònica de Barcelona uma grande exposição retrospectiva sobre a sua vida e a sua obra, que tinha por título “Monzó”.
A sua obra é caracterizada por referências à cultura popular e por uma certa ironia. Pode notar-se, na colecção de ensaios “ Catorze ciutats comptant-hi Brooklyn”, um certo fascínio por Nova Iorque no pós 11 de Setembro.
Em colaboração com Cuca Canals, escreveu os diálogos do filme “Jambon, jambon” de Bigas Luna. Escreveu também, com Jérôme Savary, “El tango de Don Joan”.

Sem comentários:

Arquivo do blogue

Acerca de mim

A minha foto
- Lisboa, Portugal
Aposentado da Aviação Comercial, gosto de escrever nas horas livres que - agora - são muito mais...