sexta-feira, 31 de março de 2017

31 DE MARÇO - NICANOR ZABALETA

EFEMÉRIDENicanor Zabaleta, virtuoso harpista espanhol, morreu em San Juan, Porto Rico, em 31 de Março de 1993. Nascera em San Sebastián no dia 7 de Janeiro de 1907.  
Em 1914, o pai – que era músico amador – deu-lhe uma harpa como prenda. O pequeno Nicanor começou então a receber lições de Vincenta Tormo de Calvo (Conservatório de Madrid) e de Luiza Menarguez.
Em 1925, iniciou estudos em Paris, onde os seus professores foram Marcel Tournier e Jacqueline Borot. Foi nesta cidade que ocorreu a sua estreia oficial em público.
Viajou depois para os Estados Unidos, tendo ali dado o seu primeiro concerto em 1934. Em Porto Rico, em 1950, conheceu Graziela, com quem se casou em 1952. Voltaram a Espanha e Zabaleta empreendeu uma tournée pela Europa. Durante os anos de 1959/62, deu aulas de harpa na Academia Musical Chigiana, em Siena (Itália).
Zabaleta interpretava sobretudo música do século XVIII, mas também tocava música antiga e moderna. Entre os que compuseram para ele, encontram-se Heitor Villa-Lobos e Joaquín Rodrigo, autor de “Concierto de Aranjuez”. Estima-se que Zabaleta tenha vendido cerca de três milhões de discos.
Em 1981, recebeu a Medalha de Ouro do Mérito das Belas-Artes outorgada pelo Ministério da Educação, da Cultura e dos Desportos. No ano seguinte, recebeu o Prémio Nacional de Música entregue pelo Governo espanhol.
No seu último concerto, realizado em Junho de 1992, em Madrid, a sua saúde começou a declinar. Faleceu no ano seguinte, aos 86 anos de idade.

Sem comentários:

Arquivo do blogue

Acerca de mim

A minha foto
- Lisboa, Portugal
Aposentado da Aviação Comercial, gosto de escrever nas horas livres que - agora - são muito mais...