segunda-feira, 6 de março de 2017

6 DE MARÇO - LUIGI ALAMANNI

EFEMÉRIDELuigi Alamanni, poeta, homem da Igreja e político italiano, nasceu em Florença no dia 6 de Março de 1495. Morreu em Amboise (França), em 18 de Abril de 1556, vítima de disenteria. E um dos mais perfeitos exemplos da cultura italiana no século XVI.
O pai era um adepto ferrenho do partido dos Medici, mas Luigi, sofrendo de uma suposta injustiça, juntou-se a outros numa conspiração fracassada contra Giulio di Giuliano de Medici, mais tarde Papa Clemente VII. Foi obrigado, em consequência disso, a refugiar-se em Veneza e, depois, a fugir para a França.
Quando Florença se libertou do jugo papal, em 1527, Alamanni regressou e foi ocupar mesmo um cargo proeminente na gestão dos assuntos da República.
Com a restauração dos Medici, em 1530, voltou a refugiar-se em França, onde compôs a maior parte das suas obras. Era um dos favoritos de Francisco I, que o enviou como embaixador a Carlos V, após a Paz de Crépy, em 1544.
Após a morte de Francisco I, Alamanni desfrutou também da confiança do seu sucessor Henrique II e, em 1551, foi colocado em Génova na qualidade de embaixador.
Escreveu um grande número de poesias, que se distinguem pela pureza e excelência do estilo. A melhor delas é um poema didáctico, “La Coltivazione” (Paris, 1546), escrito como imitação das “Geórgicas” de Virgílio. A sua “Opere Toscane” (Lyon, 1532) é composta de peças satíricas escritas em versos livres.
Poeta prolífico e versátil, houve quem dissesse que Alamanni tinha sido o primeiro a usar o epigrama na poesia italiana, mas essa distinção pertence ao seu contemporâneo Gian Giorgio Trissino.

Sem comentários:

Arquivo do blogue

Acerca de mim

A minha foto
- Lisboa, Portugal
Aposentado da Aviação Comercial, gosto de escrever nas horas livres que - agora - são muito mais...