quarta-feira, 19 de agosto de 2015

19 DE AGOSTO - OGDEN NASH

EFEMÉRIDE – Frederic Ogden Nash, poeta norte-americano, nasceu em Rye, Nova Iorque, no dia 19 de Agosto de 1902. Morreu no Hospital Johns Hopkins, em Baltimore, em 19 de Maio de 1971. Por ocasião da sua morte, vítima da doença de Crohn, o jornal “New York Times” escreveu que «os poemas divertidos de Ogden Nash, com rimas não convencionais e inesperadas, fizeram dele o mais conhecido autor de poesia humorística do nosso país».
O pai era proprietário de uma empresa de importações/exportações. Em virtude dos seus negócios, a família mudava frequentemente de morada. Depois de ter recebido o seu diploma na St. George's School em Middletown, ingressou na Universidade de Harvard em 1920, nela se mantendo apenas um ano. Partiu então à procura de trabalho. O seu primeiro emprego, em Nova Iorque, foi o de projectista de cartazes publicitários, que eram afixados nos transportes públicos. Depois, foi chefe de redacção na editora Doubleday, onde começou também a escrever poesia.
Mudou-se para Baltimore três anos depois, após ter esposado Frances Leonard, que era desta cidade. Aqui passou a maior parte da sua vida, numa terra que considerava como sua.
Em 1931, lançou a sua primeira recolha de poemas, “Hard Lines”, que lhe valeu o reconhecimento nacional. Depois, fez várias aparições na televisão e na rádio, tendo viajado pelos Estados Unidos e por Inglaterra, para dar conferências em universidades.
Nash era considerado com respeito nos meios literários e os seus poemas eram frequentemente incluídos em antologias, incluindo na “New Anthology of Modern Poetry”, publicada por Selden Rodman em 1946.
Ogden Nash escreveu também, em colaboração com o autor de libretos S. J. Perelman, a comédia musical “Um Capricho de Vénus”, exibida na Broadway. Escreveu ainda a revista musical “Two's Company” (1952).

Sem comentários:

Arquivo do blogue

Acerca de mim

A minha foto
- Lisboa, Portugal
Aposentado da Aviação Comercial, gosto de escrever nas horas livres que - agora - são muito mais...