segunda-feira, 24 de agosto de 2015

24 DE AGOSTO - JANE GREER

EFEMÉRIDEJane Greer, de seu verdadeiro nome Bettejane Greer, actriz norte-americana, morreu em Los Angeles no dia 24 de Agosto de 2001. Nascera em Washington, em 9 de Setembro de 1924. 
Aos quinze anos de idade, foi vítima de paralisia parcial do rosto, que venceu com exercícios por ela inventados. Foi assim, segundo ela, que descobriu como as emoções humanas podem ser demonstradas através de expressões faciais, o que lhe veio a ser de grande ajuda anos depois.
Sem condições financeiras para terminar os estudos universitários, tornou-se cantora de Big band e dançarina na orquestra de Enric Madriguera. Graças à sua beleza, foi capa da revista “Life” em 1942, o que atraiu a atenção do cantor e actor Rudy Vallee e do lendário produtor Howard Hughes. Com a mala a tiracolo, Jane embarcou para Hollywood e, após um teste decepcionante nos estúdios de David O. Selznick, acabou contratada por Hughes. Este, porém, não a escalou para qualquer filme e Jane, após negociar a anulação do contrato, assinou outro com a RKO Pictures. Aqui veio reencontrar Rudy Vallee, com quem se casou em 1943 e de quem se divorciou seis meses depois.
Promovida pelo estúdio como «a mulher com o sorriso de Mona Lisa», uma sequela afinal da paralisia que sofreu, Jane estreou-se como actriz secundária em “Two O'Clock Courage” (1945). Finalmente, foi notada pela crítica em “They Won't Believe Me” (1947) e atingiu o estrelato no mesmo ano ao fazer o papel de assassina em “Out of the Past”, ao lado de Robert Mitchum. Outros bons momentos seus foram: “The Big Steal” (1949), também com Mitchum, “You're in the Navy Now” (1951), com Gary Cooper, “Run for the Sun” (1956), com Richard Widmark, e “Man of a Thousand Faces” (1957), ao lado de James Cagney.
Em 1947, casou-se com o milionário Edward Lasker, pai dos seus três filhos, mas a união também terminou em divórcio, em 1963. Neste mesmo ano, submeteu-se a uma cirurgia ao coração, o que a obrigou a diminuir o ritmo de trabalho. Em 1984, apareceu em “Against All Odds”, um remake de “Out of the Past”, fazendo então de mãe da assassina. Na televisão, participou em séries como “Bonanza”e “Columbo”, entre outras. Encerrou a vida profissional em 1996, com a comédia “Perfect Mate”. Faleceu cinco anos depois, aos setenta e seis anos, devido a doença oncológica.
Ao longo da sua carreira, participou em 28 filmes (1945/96), em 17 séries televisivas (1953/90) e num telefilme em 1982. Tem uma estrela a si dedicada no Passeio da Fama no Hollywood Boulevard

Sem comentários:

Arquivo do blogue

Acerca de mim

A minha foto
- Lisboa, Portugal
Aposentado da Aviação Comercial, gosto de escrever nas horas livres que - agora - são muito mais...