domingo, 10 de abril de 2016

10 DE ABRIL - CHRISTOPHE HONORÉ

EFEMÉRIDEChristophe Honoré, escritor, encenador e realizador francês, nasceu em Carhaix no dia 10 de Abril de 1970.
Na sua ainda curta carreira, já realizou catorze filmes (2001/2016). É autor de romances, sobretudo para crianças e adolescentes, onde aborda temas considerados difíceis, como o suicídio, a sida, as mentiras dos adultos, o incesto e os segredos de família.
Christophe cresceu em Rostrenen (Côtes d’Armor). O pai morreu quando ele tinha 15 anos. Estudou Letras na Universidade de Rennes e seguir um curso de Cinema na mesma cidade.
Em 1995, instalou-se em Paris onde desenvolveu a actividade de cronista em diversas revistas, entre as quais os “Cahiers du cinéma”, em que se insurgiu contra os filmes “falsamente moralistas”.
Criou a sua primeira peça de teatro “Les Débutantes”, representada no Festival Off d’Avignon (1998).
Em 2004, foi lançado o seu primeiro filme “Ma Mère”, adaptação de um romance de Georges Bataille. A película foi vista por 125 000 espectadores na Europa, dos quais 90 000 em França. No ano seguinte, foi convidado para apresentar no Festival de Avinhão uma nova peça: “Dionysos impuissant”, adaptação contemporânea de “As Bacantes” de Eurípedes.
Em 2008, encenou a peça “Angelo, tyran de Padoue” de Victor Hugo. Apresentação em Avinhão, a que se seguiu uma tournée.   
Depois de ter realizado, em dois anos, “Dans Paris” e “Les Chansons d'amour”, começou – em Janeiro de 2008 – as filmagens de “La Belle Personne” que foi apresentado em Setembro.
Em 2009, realizou “Non ma fille tu n'iras pas danser”, com Chiara Mastroianni no papel principal.
Em Agosto de 2011, foi lançado “Les Bien-Aimés”, seleccionado para fechar o Festival de Cannes.
Para o Festival de Avinhão de 2012, escreveu e encenou “Nouveau Roman”. Neste ano, escreveu ainda mais duas peças teatrais. Em Maio de 2013, iniciou as filmagens de uma adaptação cinematográfica de “Metamorfoses” de Ovídio. 
Christophe Honoré intervem regularmente em emissões radiofónicas sobre cinema e foi professor na Escola nacional superior da imagem e do som (Fémis). O seu último filme, já em 2016, foi “Les Malheurs de Sophie”. Escreveu até agora 22 romances (1996/2010). 

Sem comentários:

Arquivo do blogue

Acerca de mim

A minha foto
- Lisboa, Portugal
Aposentado da Aviação Comercial, gosto de escrever nas horas livres que - agora - são muito mais...