domingo, 1 de maio de 2016

1 DE MAIO - FERNANDO CABRITA

EFEMÉRIDEFernando da Silva Cabrita, futebolista e treinador português, nasceu em Lagoa no dia 1 de Maio de 1923. Morreu em Loures, em 22 de Setembro de 2014.
Foi jogador de futebol durante as décadas de 1940/50, começando a sua carreira no SC Olhanense, clube que então se encontrava na primeira divisão. Cabrita integrou a equipa principal em 1942 e aí permaneceu até 1951. O seu contributo foi excepcional, com o Olhanense a atingir óptimos lugares na classificação.
Um dos jogos mais memoráveis da sua carreira ocorreu em Julho de 1945, em Lisboa, quando disputou a final da Taça de Portugal contra o Sporting CP. Neste mesmo ano, foi convocado pela primeira vez para a Selecção Nacional, tendo defrontado a Espanha (2-2).
Após a despromoção do Olhanense no final da época 1950/51, Cabrita tentou a sua sorte em França no Angers SCO, clube da segunda divisão francesa, onde permaneceu dois anos.
Depois de jogar no Angers, regressou a Portugal, onde integrou a equipa do Sporting Clube da Covilhã, que estava na primeira divisão. Um ano depois, em simultâneo com a sua carreira de jogador, treinou um pequeno clube, o Unhais da Serra, que jogava na divisão regional de Castelo Branco.
Durante a temporada 1957/58, a sua penúltima como jogador, o S.C. da Covilhã, que tinha sido despromovido, regressou ao escalão principal, terminando o campeonato em 8º lugar.
Em 1959/60, foi treinador do Portimonense SC. Na época seguinte, treinou às reservas do SL e Benfica e orientou as camadas mais jovens. Ascendeu a treinador principal na época de 1967/68, entre a saída de Fernando Riera e o regresso de Otto Glória. O Benfica foi Campeão nesse ano e ainda conquistou a Taça da Honra.
Mais tarde, passou a treinar o União AFCI de Tomar, que tinha sido despromovido. Em 1970, a equipa regressou à 1ª Divisão. Fernando Cabrita voltou ao Benfica em 1973/74, tendo conquistado de novo a Taça de Honra. Continuou, como adjunto até 1977/78, indo depois treinar o SC Beira Mar, que viria a ser Campeão da 2ª Divisão (zona Centro). Em 1981/82, treinou o Académico de Viseu FC.
Foi escolhido para seleccionador nacional de Portugal em 1983, sendo sob a sua orientação que a Selecção Nacional chegou pela primeira vez à fase final de um Europeu (1984), só perdendo na meia-final com a França.   
Em Agosto de 1985, Cabrita foi feito Oficial da Ordem do Infante D. Henrique. Treinou depois o FC Penafiel e o CF Estrela da Amadora (1986/87). 
No ano seguinte, decidiu aceitar um novo desafio e foi para Marrocos como treinador do Rajá CA de Casablanca. Foi o seu primeiro técnico estrangeiro, conseguindo o feito de atingir o título de Campeão pela primeira vez na história do clube.
Depois do título conquistado em Marrocos, regressou à primeira divisão portuguesa em 1988/89, para treinar de novo o Académico de Viseu. Em 1990/91, fez outra passagem por Marrocos, para treinar pela segunda vez o Rajá de Casablanca.
Em 1991/92, a sua última temporada como treinador, Fernando Cabrita decidiu ficar próximo da família e do Algarve, onde tinha nascido, sendo treinador do CF Esperança de Lagos. Faleceu com 91 anos.

Sem comentários:

Arquivo do blogue

Acerca de mim

A minha foto
- Lisboa, Portugal
Aposentado da Aviação Comercial, gosto de escrever nas horas livres que - agora - são muito mais...