sexta-feira, 17 de junho de 2016

17 DE JUNHO - ABÍLIO OSÓRIO SOARES

ÉFEMÉRIDEAbílio Osório Soares, político timorense, morreu em Cupão, Timor Oeste, no dia 17 de Junho de 2007. Nascera em Laclubar, Manatuto, Timor português, em 2 de Junho de 1947.
Foi o 4º e último governador de Timor nomeado pelas autoridades de Jacarta (1992). Em 1997, foi reconduzido no cargo para um segundo mandato, que não chegou a terminar devido ao resultado do referendo para a independência de Timor realizado em 1999.
Iniciou a sua carreira política depois da Revolução dos Cravos em Portugal, que derrubou o Estado Novo (Abril de 1974). Aderiu à APODETI (Associação Popular Democrática Timorense), um partido pró indonésio de que o seu irmão mais velho, José Fernando, era secretário-geral. Este seu irmão viria a ser morto pela FRETILIN (Frente Revolucionária de Timor-Leste Independente) em 1975, antes da Indonésia tomar conta do território.
Abílio Soares ocupou vários cargos públicos, logo a partir do início da ocupação indonésia. Foi responsável pelos Serviços Centrais de Obras Públicas em Dili, presidente da Câmara Municipal de Dili e administrador distrital de Manatuto.
Depois do referendo de 1999, que conduziu Timor-Leste à independência em 2002, Soares foi considerado co-responsável por muitos dos massacres perpetrados em Timor, tendo sido condenado a três anos de prisão, pena que nunca chegou a cumprir. Tem o seu nome associado para sempre ao Massacre de Santa Cruz (Novembro de 1991), que projectou a causa timorense a nível internacional. Veio a morrer, vítima de cancro, num hospital de Cupão, no lado indonésio da ilha de Timor.

Sem comentários:

Arquivo do blogue

Acerca de mim

A minha foto
- Lisboa, Portugal
Aposentado da Aviação Comercial, gosto de escrever nas horas livres que - agora - são muito mais...