sábado, 4 de junho de 2016

4 DE JUNHO - FAUSTINO ORAMAS

EFEMÉRIDEFaustino Oramas Osorio, músico e trovador cubano, nasceu em Holguín no dia 4 de Junho de 1911. Morreu na mesma cidade em 27 de Março de 2007. Quando faleceu era o músico mais velho no activo em Cuba. Era conhecido popularmente como El Guayabero, título de uma das suas canções. Também foi chamado durante anos El Rey del Tumbaíto, devido a uma outra obra sua.
Oramas esteve ligado à música desde os 15 anos, quando começou a tocar de ouvido no septeto La Tropical. Iniciou-se na composição durante os anos 1940.
O seu instrumento preferido era “el três”, uma guitarra de três cordas com a qual animava as rimas trazidas do mundo rural. As suas canções, muitas vezes marcadas por um segundo sentido, relatam os acontecimentos mais incríveis, acompanhados por ritmos de uma música tradicional e rústica de que restam poucos cultores em Cuba.
Oramas foi o autor de “Candela”, um dos êxitos do CD “Buena Vista Social Club” de 1997. Este projecto reuniu os mestres semi-esquecidos do “son” cubano, um estilo de música tradicional e apaixonado, de raiz, visto como a espinha dorsal da salsa. O CD, liderado pelo guitarrista americano Ry Cooder, e o documentário de Wim Wenders que o acompanhava, catapultaram o “son” cubano para os palcos internacionais. Bateu recordes de vendas em todo o mundo. Buena Vista era o nome de um clube social para pessoas da terceira idade situado num bairro de Havana.
Faustino Oramas recebeu inúmeros prémios ao longo da sua carreira de que se destacam o Premio Nacional del Humor em 2002 e a distinção Félix Varela, pela Cultura Nacional.
Morreu aos 95 anos de idade, vítima de cancro no fígado. Por aquela época ainda subia aos palcos para cantar sobretudo “Marieta”, umas das suas canções mais conhecidas.

Sem comentários:

Arquivo do blogue

Acerca de mim

A minha foto
- Lisboa, Portugal
Aposentado da Aviação Comercial, gosto de escrever nas horas livres que - agora - são muito mais...