sexta-feira, 3 de junho de 2016

3 DE JUNHO - MANUEL DE FARIA E SOUSA

EFEMÉRIDEManuel de Faria e Sousa, fidalgo, humanista, escritor, crítico, historiador, filólogo e moralista português, morreu em Madrid no dia 3 de Junho de 1649. Nascera em Felgueiras, em 18 de Março de 1590. As suas obras foram quase todas escritas em castelhano. Foi Comendador da Ordem de Cristo.
Estudou nos seminários de Braga para seguir a carreira eclesiástica, mas acabou por recusar esse caminho, casando com D. Catarina Machado. Tiveram, entre outros filhos, Pedro de Faria e Sousa, capitão da infantaria espanhola na Flandres. Este seu filho, logo após a morte do pai em Madrid, veio para Portugal onde foi muito bem recebido por D. João IV e viria a ser o preparador, para publicação, de grande parte da enorme massa de inéditos do seu progenitor.
Manuel de Faria e Sousa, aos catorze anos, entrou ao serviço dum amigo do pai, D. Gonçalo de Morais, bispo do Porto, frequentando a escola episcopal, onde aprendeu História, Artes, Literatura, etc. Ali escreveu também poesias e entrou em relação com altas figuras da época. Em 1618, tendo morrido este seu protector, passou a viver em Pombeiro, onde geria a casa familiar, com a mulher e os filhos.
Um ano mais tarde, encontrou novo protector e partiu para Madrid como secretário particular do conde de Muge, Pedro Álvares Pereira, secretário de estado de Filipe II de Portugal. Aprendeu rapidamente o castelhano e, passados três anos, publicou poesias nesta língua, que veio a ser o seu idioma predilecto.
Quando da morte do seu novo protector, Faria e Sousa já gozava de grande notoriedade. Foi secretário de estado do reino de Portugal, cargo que desempenhou em Lisboa. Depois, foi secretário da embaixada de Portugal em Roma.
Apesar de ter escrito quase tudo em castelhano, a maior parte da sua obra versa temas relacionados com Portugal, como os descobrimentos e a figura e obra de Luís de Camões, que ele considerava «o seu poeta».
Os seus restos mortais encontram-se no mosteiro de Pombeiro, onde repousam sob uma laje à direita do altar-mor.

Sem comentários:

Arquivo do blogue

Acerca de mim

A minha foto
- Lisboa, Portugal
Aposentado da Aviação Comercial, gosto de escrever nas horas livres que - agora - são muito mais...