domingo, 19 de junho de 2016

19 DE JUNHO - LUÍS LUCAS

EFEMÉRIDELuís Filipe Almeida Lucas, actor português, nasceu em Lisboa no dia 19 de Junho de 1952. Passou a infância no Cartaxo, onde o pai era proprietário da farmácia local. Ele desejava que o filho seguisse a carreira de farmacêutico, mas tal não veio a acontecer.
Frequentou o Curso Superior de Formação de Actores e foi membro fundador do grupo Comuna – Teatro de Pesquisa, com o qual participou em vários festivais internacionais de teatro. Trabalhou também nos Cómicos, no Teatro da Cornucópia, nas Produções Teatrais Lda., no Teatro da Graça e no Projecto Intercidades.
Fez vários filmes e séries de televisão, desde a década de 1970. Em 2010, participou em “O Dia dos Prodígios” de Lídia Jorge, com encenação de Cucha Carvalheiro.
Entre os muitos filmes que protagonizou, contam-se: “Alexandre e Rosa” (1978) de João Botelho, “Passagem ou Meio Caminho” (1980) de Jorge Silva Melo, “Dina e Django” (1981) de Solveig Nordlund, “Ninguém Duas Vezes” (1984) de Jorge Silva Melo, “Le Soulier de Satin” (1985) de Manoel de Oliveira, “Um Adeus Português” (1986) de João Botelho, “Saudadades para Dona Genciana” (1986) de Eduardo Geada, “Non ou a Vã Glória de Mandar” (1990) de Manoel de Oliveira, “Longe da Vista” (1998) de João Mário Grilo, “Camarate” (2001) e “A Passagem da Noite” (2002) de Luís Filipe Rocha e “Dot.com” (2007) de Luís Galvão Teles.
Luís Lucas tem participado em dezenas de series, mini-séries, telefilmes e novelas portuguesas e estrangeiras, entre outras: “Duarte e Companhia”, “Cinzas”, “Riscos”, “Médico de Família”, “Jornalistas”, “Querido Professor”, “Ganância”, “Um Estranho em Casa”, “Fúria de Viver”, “O Olhar da Serpente”. “Até Amanhã Camaradas”, “Equador”, “República”, “Liberdade 21”, “E Depois do Adeus” e “O Beijo do Escorpião”.
Entre 2007 e 2011 foi o narrador da série “Conta-me Como Foi”. Participou igualmente em várias dobragens de filmes de animação.

Sem comentários:

Arquivo do blogue

Acerca de mim

A minha foto
- Lisboa, Portugal
Aposentado da Aviação Comercial, gosto de escrever nas horas livres que - agora - são muito mais...