segunda-feira, 3 de setembro de 2012

EFEMÉRIDEFernando Luís Cardoso de Meneses e Tavares de Távora, arquitecto português, morreu em Matosinhos no dia 3 de Setembro de 2005. Nascera no Porto em 25 de Agosto de 1923. Diplomado em Arquitectura pela Escola de Belas-Artes do Porto em 1952.
No âmbito pedagógico, a sua acção foi muito relevante na afirmação dos cursos de Arquitectura na Escola Superior de Belas Artes do Porto (mais tarde Faculdade de Arquitectura da Universidade do Porto) e no Departamento de Arquitectura da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra, cuja construção apoiou no final da década de 1980. O consagrado Álvaro Siza Vieira estagiou no seu atelier.
Membro da Organização dos Arquitectos Modernos, introduziu, em associação com outros arquitectos e a partir do final dos anos 1940, uma reflexão que não tinha precedente em Portugal, sobre o corolário social da arquitectura, em oposição às realizações e aos discursos oficiais da época.
Há um documentário da RTP, com guião de António Silva e realização de Cristina Antunes, que lhe é dedicado. Existe actualmente um prémio de arquitectura com o seu nome.
Algumas das suas obras mais notáveis: plano geral de urbanização de Guimarães (1980), reabilitação urbana do centro histórico de Guimarães (1987), anfiteatro e anexos do Instituto Politécnico de Viana do Castelo (1989), remodelação e ampliação do Museu Nacional de Soares dos Reis no Porto (1992/2001), anfiteatro da Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra (1994/2000), ampliação da Assembleia da República, com Siza Vieira (1994/1999) e Museu Municipal de Penafiel, terminado pelo seu filho José Bernardo Távora (1999/2009).

Sem comentários:

Arquivo do blogue

Acerca de mim

A minha foto
- Lisboa, Portugal
Aposentado da Aviação Comercial, gosto de escrever nas horas livres que - agora - são muito mais...