sábado, 8 de setembro de 2012

EFEMÉRIDELudovico Ariosto, poeta italiano da Renascença, nasceu em Reggio Emilia no dia 8 de Setembro de 1474. Morreu em Ferrara, em 6 de Julho de 1533.
Oriundo de uma família nobre mas sem grandes recursos, recebeu uma boa formação humanista, embora sempre lamentando o facto de não ter aprendido a língua grega. Cursou Direito, mas não seguiu a carreira para se dedicar à poesia. Estudou os poetas latinos e a composição dos seus versos.
A sua produção foi vasta: poesias líricas latinas, sátiras, peças de teatro, etc. A obra mais famosa é o poema “Orlando Furioso”, que seria a continuação de uma obra anterior de Matteo Maria Boiardo intitulada “Orlando Enamorado”. O poema, composto de 46 cantos na sua versão final (1532), alcançou grande sucesso, assim que foi publicado. Nele, o poeta ridiculariza a nobreza feudal em decadência, ao mesmo tempo que anuncia o “novo homem” da Renascença. Além dos seus aspectos sociais, a obra consegue congregar um enredo fantástico e uma versificação harmoniosa.
Orlando Furioso” foi traduzido em quase todas as línguas e, no próprio século XVI, foram feitas mais de sessenta edições do poema. Narra uma série de episódios que derivam de épicos, romances e poesia heróica da Idade Média e início do Renascimento, destacando-se três histórias nucleares à volta das quais as outras se formam: o amor de Orlando por Angélica – a de maior importância; a guerra entre cristãos (liderados por Carlos Magno) e mouros (liderados por Agramante) perto de Paris – que constitui o cenário épico para toda a narrativa; e o amor entre Roggiero e Bradamante – uma cortesia literária em honra da família Este, que o protegia e (supõe-se) era descendente daquelas duas personagens.

Sem comentários:

Arquivo do blogue

Acerca de mim

A minha foto
- Lisboa, Portugal
Aposentado da Aviação Comercial, gosto de escrever nas horas livres que - agora - são muito mais...