segunda-feira, 16 de janeiro de 2017

16 DE JANEIRO - ANATOLY SOLOVYEV

EFEMÉRIDEAnatoly Yakovlevich Solovyev, ex-cosmonauta e coronel da força aérea soviética e russa, recordista de “passeios” no espaço e de tempo passado fora de astronaves em órbita, nasceu em Riga no dia 16 de Janeiro de 1948.
Graduado pela Escola Superior de Aviação Militar em 1972, serviu durante quatro anos como piloto e comandante de esquadrão no Extremo Oriente até entrar para o curso de preparação de cosmonautas, no Centro de Treino de Cosmonautas Yuri Gagarin, na Cidade das Estrelas.
Completou o curso em 1979, passando os anos seguintes em treino no grupo seleccionado para missões nas naves Soyuz T e para estadias de longa duração nas estações Salyut e Mir. Em Julho de 1987, foi comandante/reserva da expedição russa que transportou um sírio até à Mir, a Soyuz TM-3, parte do programa político/espacial Inter-cosmos.
O seu primeiro voo espacial teve lugar em Junho de 1988, na Soyuz TM-5, em que foi comandante e que durou nove dias, levando – além dele – os cosmonautas Viktor Savinykh e Aleksandr Aleksandrov, este o segundo búlgaro no espaço, também integrante do programa Inter-cosmos e o primeiro a entrar numa estação orbital.
Na sua segunda missão, entre Fevereiro e Agosto de 1990, fez parte da tripulação permanente da Mir, passando 179 dias no espaço, transportado para lá pela Soyuz TM-9.
Durante a “Fase Um” do Programa Mir-bus Espacial, realizado pelos Estados Unidos e pela Rússia nos anos 1990, foi comandante da tripulação reserva da expedição Mir-18. Em Junho de 1995, tornou-se parte efectiva do programa, indo novamente ao espaço, desta vez na Atlantis STS-71 e como tripulante da Mir-19, cumprindo 75 dias de missão na estação orbital e regressando na Soyuz TM-21.
O seu último voo foi também o de mais longa permanência em órbita. Comandante da Soyuz TM-26, voou até à Mir, em dupla com Pavel Vinogradov, para uma permanência recorde de 197 dias, entre Agosto de 1997 e Fevereiro de 1998.
É detentor do recorde de “caminhadas” no espaço (16) e do maior número de horas nelas passadas (82). Solovyev foi condecorado por várias vezes: Ordem de Lenine, medalha de ouro da Ordem da Revolução de Outubro, Ordem da Amizade dos Povos e seis medalhas militares. Após passar à reserva, ficou a residir com a família na Cidade das Estrelas, próximo de Moscovo.

Sem comentários:

Arquivo do blogue

Acerca de mim

A minha foto
- Lisboa, Portugal
Aposentado da Aviação Comercial, gosto de escrever nas horas livres que - agora - são muito mais...