segunda-feira, 30 de janeiro de 2017

30 DE JANEIRO - GENE HACKMAN

EFEMÉRIDE – Eugene “Gene” Allen Hackman, actor norte-americano, nasceu em San Bernardino no dia 30 de Janeiro de 1930. Foi nomeado cinco vezes para os Oscars, tendo ganho dois, um de Melhor Actor Principal e outro de Melhor Actor Coadjuvante.
Filho de um jornalista que deixou a família quando ele tinha 13 anos de idade, Eugene teve de conviver com o alcoolismo da mãe, que morreu vítima de um incêndio que ela mesma provocara.
Deixou a casa da mãe aos 16 anos para ingressar nos Marines, onde esteve três anos. Quando saiu, foi estudar jornalismo na Universidade de Illinois. No entanto, abandonou depois a faculdade e foi fazer um curso técnico de rádio. Resolveu seguidamente tentar a carreira de actor e matriculou-se na Pasadena Playhouse (Califórnia).
Em 1964, estreou-se na Broadway com a peça “Any Wednesday” e, no mesmo ano, fez o filme “Lilith”, ao lado de Warren Beatty. A primeira indicação para os Oscars veio em 1967, como actor coadjuvante, em “Bonnie and Clyde”. Em 1970, foi indicado de novo com “Meu Pai, Um Estranho”.
O primeiro Oscar (Melhor Actor) chegou em 1972, com o papel de detective, em “French Connection” (1971). Para ele, no entanto, “Conversação Secreta”, filme de Francis Ford Coppola, teria sido o seu melhor trabalho.
Na década de 1990, Hackman teve alguns problemas cardíacos, mas nem com a saúde debilitada parou de trabalhar e foi com o far-westOs Impiedosos”, dirigido por Clint Eastwood, que ganhou o segundo Oscar e também um Globo de Ouro (1993).
Casou duas vezes. Com a primeira esposa, uma caixa de banco, teve três filhos. Desde 1991, está casado com a pianista clássica Betsy Arakawa.
Gene Hackman conquistou no total três Globos de Ouro e dois Bafta Awards. Retirou-se de cena em 2004. Escreveu cinco romances, três em colaboração com o arqueólogo submarino Daniel Lenihan.

Sem comentários:

Arquivo do blogue

Acerca de mim

A minha foto
- Lisboa, Portugal
Aposentado da Aviação Comercial, gosto de escrever nas horas livres que - agora - são muito mais...