quarta-feira, 10 de junho de 2015

10 DE JUNHO - HAFEZ AL-ASSAD

EFEMÉRIDEHafez al-Assad, presidente da Síria desde 1971 até à sua morte, faleceu em Damasco no dia 10 de Junho de 2000, vítima de crise cardíaca. Nascera em Qardaha, em 6 de Outubro de 1930. Sucedeu-lhe o filho Bashar al-Assad.
De origem humilde, foi o primeiro membro da família a frequentar o liceu, estudando seguidamente na Academia Militar, onde o ensino era gratuito. Aluno brilhante, foi enviado depois para a URSS, durante onze meses, a fim de completar a sua formação militar.
Era militante do partido Baas desde os 16 anos. Opôs-se activamente à união entre a Síria e o Egipto (1958), no seio da República Árabe Unida, devido ao ascendente do Egipto de Nasser. Ao fracassar a unificação em 1961, chegou a estar preso alguns dias no Cairo, o que fez aumentar ainda o seu prestígio na Síria.
Foi nomeado chefe do estado-maior da Força Aérea em 1964. Enquanto ocupava este cargo, a Síria sofreu uma humilhante derrota frente a Israel, na Guerra dos Seis Dias, com a perda de quase toda a frota aérea e parte do território. Esta derrota veio acelerar a instauração de um duro regime militar.
Em 1970, Hafez al-Assad aproveitou a sua posição privilegiada junto dos militares para chefiar um golpe de estado. Pouco tempo depois de tomar o poder, iniciou algumas reformas tímidas e incrementou a capacidade das forças armadas. Aliou-se com o Egipto em 1973, provocando a Guerra do Yom Kippur, que tinha como objectivo recuperar de Israel os Montes Golã. Com o fracasso da operação, reforçou a sua aliança com a URSS.
Dentro da estratégia política da região, ocupou militarmente o Líbano em 1976, a pedido das autoridades libanesas, com o argumento de assim poder estabelecer uma força de interposição e pacificação no conflito com Israel.
O balanço dos seus quase trinta anos de poder é por demais controverso. Às críticas contra a sua política interna repressiva, opõem-se analistas – mesmo ocidentais – que vêem nele um temível negociador e um homem que fez da Síria um interlocutor incontornável para a resolução dos problemas no Próximo Oriente

Sem comentários:

Arquivo do blogue

Acerca de mim

A minha foto
- Lisboa, Portugal
Aposentado da Aviação Comercial, gosto de escrever nas horas livres que - agora - são muito mais...