domingo, 28 de junho de 2015

28 DE JUNHO - KATHY BATES

EFEMÉRIDEKathy Bates, de seu verdadeiro nome Kathleen Doyle-Bates, actriz norte-americana, vencedora do Oscar de Melhor Actriz em 1991, nasceu em Memphis, Tennessee, no dia 28 de Junho de 1948. Filha de um engenheiro metalúrgico e de uma dona de casa, Kathy trabalhou nas profissões mais variadas, antes de chegar aos palcos e aos ecrãs de cinema e televisão. Gorducha e baixinha, mas intensa, versátil e com grandes capacidades naquilo que fazia, Kathy Bates viria a actuar, com a mesma desenvoltura, em dramas e comédias.
Formou-se em teatro na Universidade Metodista do Sul e, depois, foi para Nova Iorque, onde trabalhou – como caixa – na loja de presentes do Museu de Arte Moderna, o MoMA. Fez a sua primeira aparição na TV em meados dos anos 1970, num episódio da série “O Barco do Amor”.
A sua estreia no cinema teve lugar na comédia “Taking Off” de 1971, o primeiro filme norte-americano dirigido pelo realizador checo Milos Forman. Em 1976, estreou-se na peça “Vanities”, conseguindo uma nomeação para o Prémio Tony, o equivalente ao Oscar no teatro norte-americano, interpretando uma suicida em potência no drama “Night, Mother”.
Em 1982, sob a direcção de Robert Altman, actuou no drama “Come Back to the Five and Dime, Jimmy Dean”.
Em 1991, foi consagrada mundialmente ao receber o Oscar de Melhor Actriz com o filme “Misery”, baseado num livro com o mesmo título do escritor Stephen King, trabalho com o qual ganhou igualmente o Globo de Ouro e a admiração do público e da crítica. Ela será sempre lembrada pela sua magnífica interpretação, ao dar vida à enfermeira psicótica Annie Wilkes.
Participou no filme dramático “White Palace”, ao lado de Dustin Hoffman. Um dos seus papéis mais admirados é igualmente o de Evelyn Couch, em “Fried Green Tomatoes”. Sob a direcção de Woody Allen, fez “Shadows and Fog” em 1992. Em 1997, incarnou a simpática Molly Brown em “Titanic” e, um ano depois, foi de novo nomeada para os Oscars com “Primary Colors”.
Kathy revelou, numa entrevista em 2008, que acabara de vencer um cancro nos ovários diagnosticado em 2003.
De 2011 a 2012, foi a heroína da série televisiva “Harry's Law”. Em Setembro de 2012, revelou – numa mensagem no Twitter – que lhe havia sido diagnosticado novo cancro, agora nos seios, e que tinha sido submetida a uma dupla mastotomia.
De Outubro de 2013 até Janeiro de 2014, interpretou Madame LaLaurie na série “American Horror Story”. Em 2014, participou na quarta temporada da série de comédia “Mike & Molly”. Tem projectos para 2015. 

Sem comentários:

Arquivo do blogue

Acerca de mim

A minha foto
- Lisboa, Portugal
Aposentado da Aviação Comercial, gosto de escrever nas horas livres que - agora - são muito mais...