sábado, 21 de novembro de 2015

21 DE NOVEMBRO - FÁBIO JÚNIOR

EFEMÉRIDEFábio Júnior, de seu verdadeiro nome Fábio Corrêa Ayrosa Galvão, cantor, compositor e actor brasileiro, nasceu em São Paulo no dia 21 de Novembro de 1953. Actuou em várias telenovelas, quase todas da Rede Globo.
Nos anos 1960, juntamente com os irmãos, formou um conjunto que tocava no programa “Mini-Guarda” da TV Bandeirantes. O nome do grupo era Os Namorados, que mais tarde se passou a chamar Bossa 4 e, finalmente, Arco-Íris.
Ainda na Rede Bandeirantes, aos 13 anos, fez teleteatro ao lado de Cacilda Becker. Na TV Cultura, actuou no episódio “Um pássaro em meu ombro”, contracenando com Etty Frazer e Paulo Autran. Em 1971, já numa carreira a solo, gravou canções em inglês, com pseudónimos como Uncle Jack e Mark Davis.
Adoptou depois o nome artístico de Fábio Júnior «para não ser confundido com o actor Flávio Galvão» e começou a apresentar o programa “Hallelluyah!” na extinta TV Tupi, ao lado do cantor Sílvio Brito.
Gravou o seu primeiro CD como Fábio Júnior em 1975 e, em 1976, foi convidado para participar na novela “Despedida de Casado” na Rede Globo, que não passou na comissão de censura então vigente. O elenco foi, no entanto, aproveitado para a telenovela “Nina” na mesma emissora, no ano seguinte.
No episódio “Toma que o Filho é Teu” da série “Ciranda Cirandinha”, em 1978, cantou a sua composição “Pai”. Janete Clair escolheu esta música como tema de abertura de sua telenovela “Pai Herói”. Em 1979, Fábio Júnior actuou no filme “Bye Bye Brasil”.
O seu primeiro LP foi lançado em 1981, mas Fábio Júnior não abandonou a carreira de actor, trabalhando também nas novelas “Cabocla”, em 1979, “Água Viva”, em 1980, “O Amor é Nosso”, em 1981 e “Louco Amor”, em 1983.
Em 1983, gravou o seu primeiro especial para a televisão (“Nunca Deixe de Sonhar”) e passou a dedicar-se unicamente à carreira de cantor.
Em 1985, voltou à televisão com a novela “Roque Santeiro” e mudou de editora discográfica (da Som Livre para a CBS). Na nova gravadora, passou a dedicar-se igualmente a canções em espanhol, o que culminou – em 1987 – com o Prémio Tocha de Prata, no festival chileno de Viña del Mar. Nesse mesmo ano, gravou a canção “Sem Limites pra Sonhar”, com a cantora britânica Bonnie Tyler (que cantava a parte da letra em inglês).
Tem-se mantido activo nos anos 1990 e 2000, com vários álbuns e DVD publicados e a participação em diversas telenovelas. Já em 2015, protagonizou o seu segundo filme – “Qualquer Gato Vira-Lata”.
Depois de cinco casamentos (um deles com a actriz Glória Pires), consorciou-se em 2007 com o modelo Mari Alexandre de quem também se separou em 2010. Tem vários filhos. 

Sem comentários:

Arquivo do blogue

Acerca de mim

A minha foto
- Lisboa, Portugal
Aposentado da Aviação Comercial, gosto de escrever nas horas livres que - agora - são muito mais...