sexta-feira, 6 de novembro de 2015

6 DE NOVEMBRO - BRAD DAVIS

EFEMÉRIDE Brad Davis, de seu verdadeiro nome Robert Creel Davis, actor norte-americano, nasceu em Tallahassee no dia 6 de Novembro de 1949. Morreu em Los Angeles, em 8 de Setembro de 1991.
Segundo um artigo publicado em 1987, no “The New York Times”, Davis afirmou ter sofrido violência física e abusos sexuais de ambos os pais. Já adulto, foi alcoólatra e drogava-se por via intravenosa. Tornou-se sóbrio em 1981. Davis era conhecido durante a sua juventude como Bobby, mas adoptou Brad como nome artístico, em 1973.
Interessou-se muito cedo pelo teatro, pela dança e pelo canto, apresentando-se a vários castings e concursos. Aos 17 anos, após vencer um concurso de talentos musicais, trabalhou no Teatro Atlanta. Mais tarde, mudou-se para Nova Iorque e frequentou a Academia Americana de Artes Dramáticas, tendo estudado também teatro no American Place Theater. Depois de fazer um papel na novela “Como sobreviver a um casamento”, actuou em peças na off-Broadway. Em 1976, foi escalado para o filme televisivo “Sybil”. Desempenhou o papel principal em “The Normal Heart” (1985), um filme sobre o flagelo da SIDA.
Teve o seu maior sucesso no filme “Midnight Express” (1978), interpretando o personagem principal Billy, pelo qual ganhou – em 1979 – o Globo de Ouro de Melhor Actor (Revelação). Também foi nomeado para o Prémio BAFTA.
Brad era casado com Susan Bluestein Davis, que venceu um Emmy Award como Melhor Directora de Castings. Tiveram uma filha em 1984 (Alexandra), que anos depois mudou de sexo, passando a chamar-se Alex Davis e seguindo a carreira de músico e cantor.
Diagnosticado seropositivo em 1985, Davis manteve a sua condição em sigilo até pouco antes da morte. Embora fosse anunciado que ele falecera vítima daquela doença, ele morreu na realidade de uma overdose intencional. No hospital onde estava internado, sentindo-se perto da morte e com grandes dores, optou por voltar para casa e terminar a sua vida pelos próprios meios. Com a esposa e um amigo da família presentes, cometeu suicídio assistido. A esposa dinamizou depois campanhas de combate à SIDA. Davis foi referido como «o primeiro actor heterossexual a ser vítima de AIDS».

Sem comentários:

Arquivo do blogue

Acerca de mim

A minha foto
- Lisboa, Portugal
Aposentado da Aviação Comercial, gosto de escrever nas horas livres que - agora - são muito mais...