segunda-feira, 23 de novembro de 2015

23 DE NOVEMBRO - FRANCO NERO

EFEMÉRIDEFranco Nero, de seu verdadeiro nome Francesco Sparanero, actor italiano, nasceu em Parma no dia 23 de Novembro de 1941.
Estudou durante algum tempo na Faculdade de Economia e Comércio, abandonando depois os estudos para ingressar no Piccolo Teatro de Giorgio Strehler em Milão.
O seu primeiro papel no cinema foi uma pequena participação no filme “La Ragazza in Préstito”, em 1964. A sua primeira interpretação importante aconteceu na película “Django (1966), um western clássico de produção ítalo espanhola. Ainda nesse ano, participou em mais oito filmes, entre os quais “Tempo di Massacro” e “Texas, addio”. É considerado um dos melhores actores europeus de westerns ainda vivo, tendo privilegiado também filmes policiais, de guerra, de terror e de ficção científica.
Em 1967, entrou no seu primeiro filme em inglês, “Camelot”, a que se seguiram – entre outros – “The Virgin and the Gipsy” (1970), “Force 10 From Navarone” (1978), “Enter the Ninja” (1981) e “Die Hard 2 de 1990.
Teve interpretações memoráveis em “A Bíblia” (1966), onde interpretou o papel de Abel, filho de Noé, e em “Querelle” (1982)), onde protagonizou um tenente homossexual. Franco Nero já actuou em cerca de 150 filmes e também escreveu, produziu e interpretou a película “Jonathan degli Orsi” (1993).
Entre os realizadores com quem trabalhou, salientam-se Luis Buñuel, John Houston, Rainer Werner Fassbinder e Claude Chabrol, entre muitos outros. Fez também filmes dirigidos por cineastas húngaros, jugoslavos e argelinos.
Durante as filmagens de “Camelot”, aproximou-se da actriz Vanessa Redgrave, com quem viria a casar-se e com quem teve um filho em 1969.
Uma das suas mais recentes actuações foi em “Django Unchained”, escrito e dirigido por Quentin Tarantino, lançado em 2012 e no qual contracenou com Leonardo Di Caprio. Franco Nero, actualmente com 74 anos, continua activo tanto na televisão como no cinema.

Sem comentários:

Arquivo do blogue

Acerca de mim

A minha foto
- Lisboa, Portugal
Aposentado da Aviação Comercial, gosto de escrever nas horas livres que - agora - são muito mais...