domingo, 2 de abril de 2017

2 DE ABRIL - ROBERTO ARLT

EFEMÉRIDERoberto Godofredo Christophersen Arlt, jornalista e escritor argentino, nasceu em Buenos Aires no dia 2 de Abril de 1900. Morreu na mesma cidade em 26 de Julho de 1942, vítima de crise cardíaca. Era filho de um emigrante prussiano e de uma italiana.
O seu primeiro romance, “El juguete rabioso” (1926), marcou o nascimento da literatura urbana argentina. Os temas que ele desenvolveu neste trabalho anunciaram os temas de toda a sua obra: a vida desumana, o sentido do trabalho e a alienação.
Desde o começo dos anos 1930, passou a fazer da literatura a sua profissão, mas repudiava a “grande literatura”, a crítica e o preciosismo do Grupo da Florida (cujo figura mais proeminente era Jorge Luis Borges). A sua vontade de autenticidade e de enraizamento da ficção na história, ligaram-no ao Grupo de Boedo, progressista e partidário do realismo.
Los Siete locos” (1929) e “Los Lanzallamas” (1931) formaram um díptico, que é considerado como a sua obra de arte, e constituem definitivamente a ruptura com a literatura do momento. As suas histórias são simples, com uma forma radicalmente inovadora, mas defendem veementemente a necessidade de libertação pela acção, no contexto conturbado da Argentina dos anos 1930.
Durante os últimos anos de vida, Arlt não deixou de descrever os abismos do ser humano citadino, mas explorou novos campos (o fantástico, o exotismo – inspirado nas suas viagens por África) e novos géneros – como o Teatro, que ele renovou com a mesma exaltação com que fizera no Romance.  

Sem comentários:

Arquivo do blogue

Acerca de mim

A minha foto
- Lisboa, Portugal
Aposentado da Aviação Comercial, gosto de escrever nas horas livres que - agora - são muito mais...