terça-feira, 25 de abril de 2017

25 DE ABRIL - GUGLIELMO MARCONI

EFEMÉRIDEGuglielmo Marconi, físico, inventor e empresário italiano, nasceu em Bolonha no dia 25 de Abril de 1874. Morreu em Roma, em 20 de Julho de 1937, vítima de ataque cardíaco. Em 1896, inventou o primeiro sistema prático de telegrafia sem fios (TSF), tendo realizado a primeira transmissão em 1899, através do Canal da Mancha.
A teoria de que as ondas electromagnéticas poderiam propagar-se no espaço, formulada por James Clerk Maxwell e comprovada pelas experiências de Heinrich Hertz, em 1888, foi utilizada por Marconi entre 1894 e 1895.
Tinha apenas vinte anos, quando transformou o celeiro da casa onde morava num laboratório, onde estudou os princípios elementares de uma transmissão radiotelegráfica: uma bateria para fornecer electricidade, uma bobina de indução para aumentar a força e uma faísca eléctrica emitida entre duas bolas de metal gerando uma oscilação semelhante às estudadas por Hertz. Um coesor, como o inventado por Édouard Branly, situado a alguns metros de distância, ao ser atingido pelas ondas, accionava uma bateria e fazia uma campainha tocar.
Em 1896, foi para Inglaterra, depois de verificar que não havia nenhum interesse pelas suas experiências em Itália. Em 1899, teve sucesso na transmissão sem fios do código Morse através do Canal da Mancha. Dois anos mais tarde, conseguiu que sinais radiotelegráficos emitidos em Inglaterra fossem escutados claramente em St. John's (Terra Nova), atravessando o Atlântico Norte. A partir daí, fez muitas descobertas básicas na técnica da rádio.
Em 1909, 1700 pessoas foram salvas de um naufrágio graças ao sistema de radiotelegrafia de Marconi. Em 1912, a companhia de Marconi já produzia aparelhos de rádio em larga escala, particularmente para navios.
Em 1915, durante e depois da Primeira Guerra Mundial, assumiu várias missões diplomáticas em nome da Itália. Em 1919, foi o delegado italiano na Conferência de Paz realizada em Paris.
Na sua infância, passava muito tempo a viajar com a mãe, que adorava a região do porto de Livorno, na costa oeste da Itália, onde vivia a sua irmã. Dessas viagens a Livorno, surgiu o amor de Marconi pelo mar. Em Livorno, estava instalada uma academia da marinha real italiana, a Regia Marina. Marconi tinha o incentivo do pai para entrar na academia naval, mas não conseguiu.
Em 1920, partiu para a sua primeira viagem no “Elettra”, um navio de 61 metros, que comprou e equipou para ser o seu laboratório no estudo de ondas curtas e também para habitar. Além da família, as cabinas do “Elettra” recebiam visitantes ilustres, entre eles os reis de Itália, de Espanha e Jorge V e a rainha Maria de Teck. As festas no “Elettra” tornaram-se célebres pelas músicas transmitidas pela rádio directamente de Londres.
A empresa de Marconi organizou o novo Imperial Wireless Scheme destinado a montar estações de ondas curtas em todo o território britânico. Em 1929, em reconhecimento pelo seu trabalho, recebeu do rei Vítor Emanuel III de Itália o título de marquês. Em Outubro de 1931, acendeu – apertando um botão em Roma – as luzes do Cristo Redentor, na noite da sua inauguração no Rio de Janeiro.
Em Outubro de 1943, a Corte Suprema dos Estados Unidos considerou ser falsa a afirmação de Marconi de nunca ter lido as patentes de Nikola Tesla e determinou que não havia nada no trabalho de Marconi que não tivesse sido anteriormente descoberto por Tesla.
No entanto, muito embora Marconi não tenha sido o inventor de nenhum dispositivo em particular, parece ser plausível afirmar que ele foi, na verdade, o inventor da rádio, na forma de Radiotelegrafia, Radiotelefonia e Telefonia sem Fios, visto que ninguém, antes dele, tivera a ideia de usar as ondas como forma prática ou rotineira de comunicação.
Tendo o seu valor sido reconhecido, Marconi recebeu em 1909, juntamente com o alemão Karl Ferdinand Braun, o Prémio Nobel de Física. Braun fora o descobridor dos semicondutores, entre eles o sulfeto de chumbo natural, um mineral conhecido como galena, base do histórico rádio de galena.

Sem comentários:

Arquivo do blogue

Acerca de mim

A minha foto
- Lisboa, Portugal
Aposentado da Aviação Comercial, gosto de escrever nas horas livres que - agora - são muito mais...