segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012




EFEMÉRIDEHelena Isabel Correia Ribeiro, actriz e cantora portuguesa, nasceu em Lisboa no dia 6 de Fevereiro de 1952.


Bacharel em Teatro/Formação de Actores pela Escola Superior de Teatro e Cinema de Lisboa (1995), iniciara-se como actriz em 1974, tendo estado integrada na Companhia Laura Alves e sido co-fundadora do Teatro Adóque. Com João Mota, fez parte de Os Bonecreiros, de onde passou para o Grupo 4, dirigido por João Lourenço. As suas mais recentes peças foram “Jantar de Idiotas” (2004) e “O Chato” (2005), de Francis Veber, com encenações de António Feio no Teatro Villaret.


Actriz assídua em produções televisivas, integrou o elenco de numerosas novelas, a partir de “Vila Faia” (RTP, 1982). Participou também em algumas séries, como a sitcomCuidado com as Aparências” premiada nos Globos de Ouro (SIC, 2002) ou “Duarte & Companhia” (RTP, 1985). Na década de 1980, colaborou com Herman José nos elencos de “O Tal Canal” (RTP, 1983) e “Hermanias” (RTP, 1984). Mais recentemente, participou na série “Aqui não há quem viva” (2006/2008) e nas telenovelas “Fascínios” (2007/2008) e “Flor do Mar” (2008/2009).


No cinema participou em cerca de quinze filmes, entre eles “A Maluquinha de Arroios” (1970) e “Os Touros de Mary Foster” (1972) de Henrique Campos, “A Santa Aliança” (1980) de Eduardo Geada e “A Vida é Bela?!” (1982) de Luís Galvão Telles. A sua interpretação em “Os Abismos da Meia Noite” (1984) de António de Macedo, realizador que também a dirigiu em “O Princípio da Sabedoria” (1975), valeu-lhe o Prémio de Melhor Actriz do Instituto Português de Cinema.


Foi casada com o cantor Paulo de Carvalho, tendo os dois tido um filho, Bernardo (1988), que agora é compositor de música, conhecido pelo nome de Agir.

Sem comentários:

Arquivo do blogue

Acerca de mim

A minha foto
- Lisboa, Portugal
Aposentado da Aviação Comercial, gosto de escrever nas horas livres que - agora - são muito mais...