quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012




EFEMÉRIDEMichèle Morgan, de seu verdadeiro nome Simone Renée Roussel, actriz francesa, nasceu em Neuilly-sur-Seine no dia 29 de Fevereiro de 1920. Foi durante várias décadas uma das mais populares e importantes actrizes do cinema francês.


Estudou Arte Dramática, tendo começado a sua carreira aos 17 anos, quando foi convidada para um papel no filme “Gribouille” de Marc Allegret. Michèle Morgan era conhecida pelo seu olhar azul límpido e fotogénico, um pouco enigmático e distante, sendo por vezes comparada a Greta Garbo. Fixou-se em Hollywood, onde participou em vários filmes famosos. Casou-se em 1942 com o actor norte-americano William Marshall, de quem se divorciou em 1948. Voltara entretanto para França, onde recebeu o Prémio de Melhor Actriz no Festival de Cannes, pelo seu desempenho em “La symphonie pastorale” (1946).


Em 1950, casou-se com Henri Vidal, que conhecera durante as filmagens de “Fabiola” (1949). Contracenaram em diversas películas, inclusive em “Napoleão” (1955). Vidal morreu em 1959, vítima de enfarte. Em 1960, Michèle casou-se de novo, desta vez com o cineasta Gérard Oury, com quem já estava a viver e com o qual partilhou a vida até ele falecer em Julho de 2006.


Em 1960 foi feita Cavaleiro das Artes e das Letras Francesas e em 1967 recebeu a Medalha da Cidade de Paris.


Após as filmagens de “Benjamin” (1968), suspendeu a sua carreira e dedicou-se à pintura, à poesia e à moda. Recebeu em 1969 o grau de Cavaleiro da Legião de Honra Francesa.


Foi presidente do júri no Festival de Cannes em 1971 e membro do júri em 1972. Em 1975 recebeu o oficialato da Ordem Nacional do Mérito. Publicou a sua autobiografia “Avec ces yeux-là” em 1977.


Reapareceu episodicamente na televisão, no cinema e no teatro. Em 1994 e 2000, foi agraciada respectivamente com os graus de Comendador e Grande Oficial da Legião de Honra Francesa.

Sem comentários:

Arquivo do blogue

Acerca de mim

A minha foto
- Lisboa, Portugal
Aposentado da Aviação Comercial, gosto de escrever nas horas livres que - agora - são muito mais...