quarta-feira, 1 de fevereiro de 2012




EFEMÉRIDERaul de Assunção Pimenta Rêgo, jornalista e político português, morreu em Lisboa no dia 1 de Fevereiro de 2002. Nascera em Morais, Macedo de Cavaleiros, em 15 de Abril de 1913.


De 1924 a 1936, frequentou o Seminário das Missões do Espírito Santo, em Viana do Castelo, tendo concluído o curso de Teologia. Acabou, no entanto, por abandonar a carreira eclesiástica, tendo-se mesmo tornado anticlerical.


Foi membro do Movimento de Unidade Democrática (MUD), o que o levou à prisão em 1945. Dirigiu os serviços de imprensa das candidaturas presidenciais dos generais Norton de Matos (1949) e Humberto Delgado (1958).


Como jornalista, colaborou na “Seara Nova”, no “Jornal do Comércio”, no “Diário de Lisboa”, no “Jornal de Notícias”, no “Diário de Notícias” e no jornal “República”, do qual se tornaria director em 1971. Após o encerramento deste, em 1976, fundou “A Luta”. Publicou vários livros.


Em 1974 tornou-se ministro da Comunicação Social do primeiro Governo Provisório. De 1976 a 1999 foi deputado pelo Partido Socialista, primeiro da Assembleia Constituinte e depois na Assembleia da República. Também foi grão-mestre da Maçonaria portuguesa de 1988 a 1990.


Em 1976, o Congresso da Federação Internacional dos Editores de Jornais distinguiu-o com a Pena de Ouro da Liberdade. Foi agraciado com o grau de Grande Oficial da Ordem da Liberdade em 1980 e com a Grã-Cruz da Ordem de Santiago da Espada em 1998.

Sem comentários:

Arquivo do blogue

Acerca de mim

A minha foto
- Lisboa, Portugal
Aposentado da Aviação Comercial, gosto de escrever nas horas livres que - agora - são muito mais...