sábado, 21 de abril de 2012

EFEMÉRIDEJuan Antonio Samaranch Torrelló (em catalão, Joan Antoni Samaranch i Torrelló), jogador de futebol, hóquei em patins e boxe, empresário, político e dirigente desportivo espanhol, morreu em Barcelona no dia 21 de Abril de 2010. Nascera, também em Barcelona, em 17 de Julho de 1920. Foi presidente do Comité Olímpico Internacional (COI) de 1980 a 2001. Em 1991, o rei de Espanha concedeu-lhe o título de Marquês de Samaranch.
Tinha por origem uma família burguesa da Catalunha. Viveu uma juventude dourada, mas pouco interessado pelos estudos. Mesmo assim, diplomou-se na Escola de Comércio da Universidade de Navarra.
Foi seleccionador e dirigente de hóquei em patins. Passou a integrar o Comité Olímpico Espanhol em 1956, tendo sido seu presidente de 1967 a 1970. Em 1966, foi eleito membro do COI.
Franquista convicto, foi o caudillo espanhol que o lançou na vida política, através sobretudo de vários cargos ligados ao desporto. Samaranch abandonaria a política interna, já na era pós Franco, sendo nomeado embaixador de Espanha na União Soviética e na Mongólia, de 1977 a 1980. As suas actividades políticas e desportivas não o impediram de construir um pequeno império nos têxteis, na banca e no imobiliário, em Espanha e na América Latina.
Assumiu a presidência do COI quando este sofria uma grave crise financeira e diversos boicotes políticos, mas soube explorar o lado comercial dos Jogos, tornando-os mais populares. Sob o seu impulso, foi abandonado o amadorismo e entrou-se na era do profissionalismo e da comercialização dos Jogos Olímpicos, com o desenvolvimento dos patrocínios, do merchandising e dos direitos televisivos. O seu mandato ficou igualmente marcado pelo aumento de casos de doping e por acusações de compra de votos para a escolha de Salt Lake City, como sede dos Jogos Olímpicos de Inverno de 2002.
Foi também durante o seu mandato que as mulheres passaram a estar representadas no COI e que foram multiplicadas as provas olímpicas femininas. Foi criado, durante a sua presidência, o Tribunal Arbitral do Desporto, a Agência Mundial Anti-doping e o Museu Olímpico em Lausanne.
Após entregar o cargo ao seu sucessor, Jacques Rogge, Samaranch tornou-se presidente honorário vitalício do COI. Faleceu, de doença cardíaca, quando estava quase a completar 90 anos. Assistiram ao seu funeral o rei de Espanha Juan Carlos e o príncipe Alberto do Mónaco.

Sem comentários:

Arquivo do blogue

Acerca de mim

A minha foto
- Lisboa, Portugal
Aposentado da Aviação Comercial, gosto de escrever nas horas livres que - agora - são muito mais...