domingo, 15 de abril de 2012

EFEMÉRIDESamantha Karen Fox, modelo e cantora britânica, nasceu em Londres no dia 15 de Abril de 1966.
A sua carreira musical começou em 1986 e logo atingiu grande sucesso mundial, com êxitos como “Touch Me” e “Nothing's Gonna Stop Me Now”. Venderia mais de 35 milhões dos  seus primeiros três álbuns.
Embora se tenha mantido activa musicalmente, lançando diversos álbuns, nunca mais atingiu o êxito da década de 1980. Em 1999 surgiram rumores de que seria bissexual. Apesar de na altura não comentar, Samantha disse em entrevista ao jornal britânico “The Mail on Sunday”, em 2003, que «não podia continuar a negar».
Tendo por origem uma modesta família londrina, Samantha começou por se classificar em 2º lugar numa competição fotográfica. Aos 16 anos (1983), foi contratada para posar na qualidade de pin-up para o tablóide “The Sun”. Nessa época, ela foi a terceira mulher mais fotografada de Inglaterra, a seguir a Lady Di e a Margaret Thatcher.
Posou igualmente para o “Playboy” em 1996. Ainda hoje, é considerada uma das mais importantes modelos de Inglaterra dos últimos trinta anos. Segundo uma sondagem feita em 2010, ela faz parte das dez mulheres mais belas da Grã-Bretanha, de mais de 40 anos, que nunca recorreu a cirurgias plásticas.
Esteve nos “Top 10” de cerca de vinte países e mesmo os Estados Unidos ficaram rendidos ao seu encanto, proporcionando-lhe o disco de platina para os álbuns “Touch me” e “Samantha Fox 1987”.
A sua carreira transformou-se num pesadelo quando descobriu que o pai, que era igualmente seu manager, lhe tinha roubado toda a fortuna. Levar o próprio pai à barra dos tribunais foi a sua passagem pelo inferno. O processo durou vários anos e dividiu a família Fox em vários clãs. As suas canções desapareceram dos hit-parades, ficou completamente arruinada e exilou-se em Espanha para escapar ao fisco.
Apesar de tudo, Samantha decidiu voltar à música e, em 1995, lançou o singleGo For The Heart”, que teve sucesso sobretudo nos países germânicos e na Europa do Norte. Em 1998, o público redescobriu uma Samantha Fox mais sexy do que nunca. Aos 32 anos, mais magra, com novo look e nova música, ela atraiu de novo o entusiasmo dos media. Assinou um contrato com a editora All Around The World e gravou “Santa Maria”, que teve êxito na Inglaterra e lhe deu de novo acesso aos Tops, praticamente sem ter tido nenhuma promoção.
A morte do pai afectou-a bastante. Quis abandonar de novo a carreira, o que não se concretizou porque conheceu Myra Stratton, que se tornou sua empresária e por quem se apaixonou.
Sem conhecer os sucessos de outrora, voltou a estar bem activa, incentivada pela companheira. Em 2009 anunciou a criação da sua própria etiqueta Fox Records e, em Fevereiro de 2010, fez a abertura dos Brit Awards, uma das cerimónias musicais mais prestigiosas do Reino Unido. Em Junho do mesmo ano, lançou dois novos singles: “Call Me”, em dueto com a cantora italiana Sabrina Salerno, e “Forever” com os 4 Strings. Trabalha actualmente num álbum, cujo lançamento está previsto para muito em breve.

Sem comentários:

Arquivo do blogue

Acerca de mim

A minha foto
- Lisboa, Portugal
Aposentado da Aviação Comercial, gosto de escrever nas horas livres que - agora - são muito mais...