sábado, 19 de setembro de 2015

19 DE SETEMBRO - STEFANIE ZWEIG

EFEMÉRIDEStefanie Zweig, escritora alemã de origem judaica, nasceu em Głubczyce no dia 19 de Setembro de 1932. Morreu em Frankfurt, em 25 de Abril de 2014. O seu livro mais conhecido é o romance autobiográfico “Nirgendwo in Afrika” (1998), baseado na sua vida no Quénia. Esta obra foi adaptada ao cinema e premiada com o Óscar de Melhor Filme Estrangeiro, em 2002.
A família, por ser judaica, fugiu da Alemanha nazi em 1938, refugiando-se em África. Passaram de uma vida urbana em Breslau (hoje Wrocław), para uma fazenda no Quénia. A pequena Stefanie tinha apenas cinco anos. Estudou num colégio inglês.
Zweig voltou ao Quénia duas vezes, desde que deixou o país em 1947. Encontrou ainda o local da fazenda, que tinha sido entretanto destruída.
A sua adolescência na Alemanha foi relatada noutro romance autobiográfico: “Irgendwo in Deutschland”.
Nostálgica de África, a maioria dos livros de Zweig irão descrever a sua infância, as suas aventuras, as suas impressões e os seus sentimentos. O seu primeiro romance ‘africano’ foi “Ein Mund voll Erde” (1980), que ganhou vários prémios e no qual conta a sua paixão por um menino kikuyu.
Stefanie Zweig foi durante trinta anos responsável pelo suplemento literário de um jornal de Frankfurt. Mais tarde, começou a escrever também literatura infantil e, seguidamente, dedicou-se a novelas. Vários dos seus livros são best-sellers na Alemanha.
Recebeu em 1993 a medalha da Ordem do Mérito da República Federal Alemã. Apesar da similitude dos nomes, Stefanie Zweig nada tem a ver com o escritor austríaco Stefan Zweig (1881/1942). 

Sem comentários:

Arquivo do blogue

Acerca de mim

A minha foto
- Lisboa, Portugal
Aposentado da Aviação Comercial, gosto de escrever nas horas livres que - agora - são muito mais...