terça-feira, 22 de setembro de 2015

22 DE SETEMBRO - GUSTAVO SOROMENHO

EFEMÉRIDEGustavo Alberto Caratão Soromenho, advogado português, opositor do regime do Estado Novo, morreu em Lisboa no dia 22 de Setembro de 2001. Nascera também em Lisboa, Alfama, em 20 de Novembro de 1907.
Era filho e neto de republicanos, com excepção da mãe que era monárquica. Fez a instrução primária no Colégio Fratelense (o nome da escola deriva dos proprietários serem do Fratel, na Beira Baixa, tal como o avô de Soromenho). Entrou, aos nove anos, para o Liceu Gil Vicente. Durante o liceu, frequentava a revista “Seara Nova”, onde conversava e discutia com personalidades como Raul Brandão, Rodrigues Miguéis, António Sérgio e Câmara Reis.
Foi um dos fundadores do Movimento de Unidade Democrática (MUD) em 1945 e do Partido Socialista em 1973, na Alemanha. Era membro da Maçonaria Portuguesa/Grande Oriente Lusitano. Esteve preso pela PIDE (polícia política) devido à sua oposição ao regime de Salazar.
Foi nomeado administrador do jornal “República” em 1973, onde permaneceu em funções até ao saneamento político de que o jornal foi alvo e que deu origem ao Caso República durante no chamado Verão Quente de 1975. Depois do 25 de Abril 1974, nunca aceitou um cargo político, apesar de ter sido convidado.
Morreu na sua residência aos 93 anos de idade, sendo sepultado no Cemitério do Alto de São João, em Lisboa.

Sem comentários:

Arquivo do blogue

Acerca de mim

A minha foto
- Lisboa, Portugal
Aposentado da Aviação Comercial, gosto de escrever nas horas livres que - agora - são muito mais...